Beleza

Envelhecimento precoce tem relação com a nossa genética?

Exposição solar, tabagismo e estresse não são os únicos que aceleram o aparecimento de rugas e linhas de expressão
Reading time 9 minutes
Foto: Reprodução / Instagram @itsnicoleelise

Apesar de natural e de a cada dia estarmos trabalhando para a desconstrução da ideia de que ter rugas e linhas de expressão são um sinal de vergonha, para muitas pessoas elas ainda são vistas como um grande problema. Consequentemente, os tratamentos rejuvenescedores e antirrugas são cada vez mais procurados. No entanto, indo mais a fundo do que apenas na estética, você já parou para pensar na real origem destas rugas e marcas de expressão?

1602516956848613 109332250 117120923180826 6474499285103135025 n
Foto: Reprodução / Instagram @brittanyxavier

Segundo a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, a pele de certas áreas da face, está posicionada sobre os músculos, o que faz com que o tecido acompanhe a musculatura quando é contraída, formando curvas e dobras que conferem expressão ao rosto. 

“Devido às fibras de colágeno e elastina, a pele possui a capacidade elástica de voltar ao estado original após o movimento muscular. Porém, com o envelhecimento, a quantidade e qualidade dessas fibras se modificam e a pele não consegue mais voltar ao estado original. Então, mesmo sem contrair os músculos, as rugas ficam perceptíveis”, explica a médica. 

1602517191847478 90432836 1078016565891017 860744999942540988 n
Foto: Reprodução / Instagram @isthisfate

O principal causador do aparecimento destas rugas é a qualidade da pele, que é determinado principalmente pela genética. O geneticista Dr. Marcelo Sady explica que a genética possui influência direta sobre a pele, já que afeta sua qualidade, velocidade de regeneração e resistência ao sol, além de também definir a rapidez com que o colágeno e a elastina são quebrados e deixam de ser produzidos.

Um estudo de 2013 publicado na revista Nature apontou que o DNA mitocondrial transmitido da mãe para o filho influencia diretamente na velocidade do processo de envelhecimento, o que significa que, caso sua mãe tenha sofrido com envelhecimento precoce, as chances de você apresentar rugas cedo são grandes. 

“Isso porque as mitocôndrias, responsáveis por gerar energia para o funcionamento adequado das células, passam por mutações ao sofrerem danos, como aqueles causados pela exposição solar, e perdem sua capacidade de produzir energia, resultando na degradação das células e das fibras de colágeno e elastina, com consequente surgimento dos sinais de envelhecimento”, comenta o geneticista.

1602516346280295 119875718 1373434746181374 2972926331974657974 n
Foto: Reprodução / Instagram @alyssainthecity

É claro que a genética não é o único fator envolvido no aparecimento precoce de rugas, já que o processo de envelhecimento também pode ser acelerado por motivos como tabagismo, ingestão de açúcar, falta de sono, estresse e, principalmente, excesso de exposição solar sem proteção. “A exposição solar sem fotoproteção é o mais importante agressor da pele, pois leva a um dano cumulativo, gerando assim mudanças no DNA que provocam reações de mutação celular, com consequente envelhecimento precoce, já que a exposição solar está ligada à inflamação, ao dano oxidativo e à produção de enzimas que degradam colágeno, resultando em uma pele mais flácida, com rugas e manchas”, afirma a dermatologista Dra. Claudia Marçal. Mas o que poucos sabem é que a genética possui influência até mesmo na gravidade dos danos à pele causados pela radiação solar. “O sol é responsável por cerca de 80 a 90% do envelhecimento da pele. Entretanto, alguns indivíduos apresentam ainda maior suscetibilidade ao fotoenvelhecimento, como aqueles que apresentam uma variante do gene MMP1, que promove uma degradação do colágeno oito vezes maior que o normal após a exposição solar”, destaca o Dr. Marcelo Sady.

1602517026280059 82229574 1123185761389313 2120745687291256952 n
Foto: Reprodução / Instagram @brittanyxavier

Mas, ainda que a genética represente um papel chave no surgimento precoce de rugas, é possível desacelerar o processo de envelhecimento através da realização de uma rotina diária de cuidados com a pele, que deve focar, principalmente, na hidratação e fotoproteção. 

“Na hidratação, um dos elementos mais importantes é o uso do ácido hialurônico, em alto e baixo peso molecular, que pode ser enriquecido com açúcares que ajudem a segurar água na pele. Além disso, é importante também investir em antioxidantes, como resveratrol, alistin, vitamina C, vitamina E e ácido ferúlico, que vão ajudar a combater o estresse oxidativo e os danos provocados pela radiação solar”, aconselha a Dra. Claudia Marçal. “A fotoproteção diária também é indispensável. Para isso, o ideal é optar por um produto que contenha, no mínimo, FPS 30, que deve ser reaplicado a cada duas horas”, complementa a dermatologista.

1602516578569647 89359495 213897423058209 7135385930244900101 n
Foto: Reprodução / Instagram @sabinasocol
1602515884189004 jailyn
Foto: Reprodução / Instagram

Além do regime de skincare tópico, é interessante também apostar no tratamento oral, que pode ser realizado, por exemplo, com substâncias que estimulem a produção de colágeno, como o Exsynutriment. “Existem também substâncias que complementam a proteção solar e podem ser encontradas inclusive em alimentos, como o licopeno, a astaxantina e a luteína”, aconselha a dermatologista. Porém, quem deseja máxima eficácia no combate aos sinais do envelhecimento pode optar pela personalização do tratamento anti-idade através da realização de um exame genético. “Através do exame genético é possível identificar se o paciente possui genes que favorecem o surgimento de rugas, manchas, flacidez e ressecamento. Com isso, é possível escolher os ingredientes ativos ideais para tratar essas alterações”, diz o Dr. Marcelo Sady

1602516392847200 119571495 2626998284232945 1338633304816403953 n
Foto: Reprodução / Instagram @alyssainthecity
1602517283718859 52684743 2210757302521499 4836749393377363760 n
Foto: Reprodução / Instagram @mcleodmanna

Porém, para quem já sofre com sinais da idade acentuados, o tratamento depende da causa e da profundidade das rugas. De acordo com a Dra. Beatriz Lassance, as linhas de expressão e rugas superficiais, por exemplo, podem ser tratadas com a aplicação de toxina botulínica, que paralisa o músculo por baixo da pele, impedindo sua contração e, consequentemente, reduzindo os sinais de envelhecimento. Já rugas mais profundas precisam ser combatidas com peelings, lasers e preenchedores de ácido hialurônico. 

Além disso, os estimuladores de colágeno ou bioestimuladores também podem ser utilizados”, explica a Dra. Beatriz Lassance. No entanto, quando o envelhecimento da pele também está associado à flacidez dos tecidos mais profundos, como músculos e ligamentos, apenas a eliminação das rugas não é suficiente, sendo necessária então intervenção cirúrgica. “Nesses casos, o lifting facial, também conhecido como ritidoplastia, é uma excelente opção, já que, através do reposicionamento dos tecidos faciais, confere ao rosto uma aparência jovial e livre dos sinais de envelhecimento”, completa a cirurgiã plástica. 

1602517078838213 84217671 1315821211941571 3373783352438861990 n
Foto: Reprodução / Instagram @jeannedamas

Porém, para quem já sofre com sinais da idade acentuados, o tratamento depende da causa e da profundidade das rugas. De acordo com a Dra. Beatriz Lassance, as linhas de expressão e rugas superficiais, por exemplo, podem ser tratadas com a aplicação de toxina botulínica, que paralisa o músculo por baixo da pele, impedindo sua contração e, consequentemente, reduzindo os sinais de envelhecimento. Já rugas mais profundas precisam ser combatidas com peelings, lasers e preenchedores de ácido hialurônico. 

Além disso, os estimuladores de colágeno ou bioestimuladores também podem ser utilizados”, explica a Dra. Beatriz Lassance. No entanto, quando o envelhecimento da pele também está associado à flacidez dos tecidos mais profundos, como músculos e ligamentos, apenas a eliminação das rugas não é suficiente, sendo necessária então intervenção cirúrgica. “Nesses casos, o lifting facial, também conhecido como ritidoplastia, é uma excelente opção, já que, através do reposicionamento dos tecidos faciais, confere ao rosto uma aparência jovial e livre dos sinais de envelhecimento”, completa a cirurgiã plástica. 

1602517508818628 117315279 683190402266707 4914016379888828207 n
Fotos: Reprodução / Instagram @tinaleung

Por isso, antes de optar por qualquer procedimento, o mais importante é que você consulte um médico especializado, pois apenas ele poderá realizar uma avaliação das características e necessidades de sua pele para indicar o tratamento mais adequado para cada caso.

1602517591394163 120888848 622178441807340 5852611539975452596 n
Foto: Reprodução/Instagram @vikyandthekid
1602521741404606 102286914 153339312918779 7501529241495863382 n
Foto: Reprodução/Instagram @vikyandthekid

Tags

pele
skincare
rejuvenescimento
rugas

posts relacionados

posts recomendados