Beleza

Os mitos e as verdades sobre a depilação

O que realmente acontece com a pele quando paramos de nos depilar? Especialista explica tudo o que você precisa saber antes de deixar os pelos voltarem a crescer e aponta os principais mitos relacionados à interrupção da depilação. Confira!
Reading time 5 minutes
Foto: Reprodução / Instagram @elliedanver

Pelos ainda são um grande tabu, principalmente entre as mulheres. Como resultado, o hábito de se depilar tornou-se praticamente uma obrigação. Mas, com o aumento das discussões sobre a aparência corporal na internet e tabus entre as mulheres, muitas pessoas têm se mostrado contra qualquer tipo de depilação, o que fez com que surgissem uma série de questionamentos sobre o assunto. Assim, para solucionar dúvidas e quebrar o grande tabu da depilação, a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, explica o que realmente acontece com a pele quando deixamos de nos depilar e fala sobre os principais mitos e verdades relacionados ao tema. Confira!

1599667546104626 53366359 809968582700558 7191600648118758937 n
Foto: Reprodução / Instagram @gillettevenus

Os pelos se tornam mais grossos ou finos: Mito!

Um mito muito disseminado quando o assunto é depilação é que aparar os pelos faz com que eles se tornem mais grossos e, logo, parar de retirá-los faz com que se tornem mais finos, o que não é verdade. 

A depilação não possui nenhum impacto na espessura, cor ou taxa de crescimento dos pelos. Ou seja, parar com a depilação também não causa nenhuma mudança na aparência desses fios. ''No entanto, os pelos podem aparentar mais grossos quando você interrompe a depilação devido ao desgaste causado pela lâmina na ponta desses fios”, afirma a médica.

1599667837576226 56358383 486522365217790 8590085942857918654 n 1
Fotos: Reprodução / Instagram @gillettevenus

Causa mau odor: Mito!

Outro mito muito comum com relação à depilação é que deixar os pelos crescerem é anti-higiênico e causa mau odor, o que, novamente, não é verdade. A depilação não possui qualquer impacto sobre o seu cheiro. A causa do mau odor corporal é a decomposição do suor pelas bactérias da pele, que existem independentemente da presença de pelos ou não. Para combater o problema, basta apostar na higienização correta da pele e no uso de desodorantes na região das axilas. 

“No entanto, para aqueles que preferem deixar os pelos crescerem, o ideal é fazer uso de desodorantes em gel ou roll-on no lugar de aerossóis, pois os pelos atuam como uma barreira física que pode tornar mais difícil a aplicação desse tipo de produto, diminuindo, consequentemente, sua eficácia.” afirma a médica.

1599667885460278 100947323 341531450146599 8544407121216852012 n
Foto: Reprodução / Instagram @thebodyshop

A hidratação é afetada: Verdade

Apesar da espessura dos pelos não sofrer alteração quando a depilação é interrompida, as necessidades de hidratação da pele mudam. 

“Isso porque os pelos passam a atuar como uma barreira de proteção natural da pele. Logo, o uso de hidratantes formulados em veículos mais grossos, como cremes e pomadas, pode não ser tão eficaz, já que os produtos não conseguirão penetrar adequadamente na pele. O ideal então é apostar em produtos com aspecto mais fluido, como loções”, aconselha a dermatologista.

1599667943410439 37189546 214172806101679 5588351733177778176 n
Foto: Reprodução / Instagram @lush

A esfoliação torna-se ainda mais necessária quando paramos de nos depilar: Verdade

Ao ser passada sobre a pele, a lâmina remove as células mortas acumuladas no local, atuando como uma espécie de esfoliante. Logo, quando paramos de nos depilar, ocorre um acúmulo maior de células mortas sobre a pele, o que dificulta a penetração dos cosméticos hidratantes, reduzindo sua eficácia.

“Para garantir uma pele mais bonita, o ideal é investir na esfoliação, que pode ser realizada até duas vezes por semana com produtos específicos para o corpo. Além disso, é interessante também aplicar os hidratantes logo após o banho, enquanto a pele ainda está úmida, o que facilita a absorção dos ativos cosméticos pelo tecido cutâneo”, recomenda a especialista.

1599667977500510 74923136 509181079929142 1768732638738971681 n
Foto: Reprodução / Instagram @gillettevenus

Os pelos encravados e a irritação diminuem: Verdade

Segundo a Dra. Paola, quando nos depilamos, dependendo da pressão que aplicamos durante o processo ou do número de vezes que passamos a lâmina, podem ocorrer cortes microscópicos na barreira de proteção da pele que favorecem a perda de hidratação e um processo inflamatório, com consequente surgimento de vermelhidão e coceira na pele. 

“Além disso, o ato de se depilar pode favorecer o surgimento de pelos encravados, principalmente em pessoas de fototipos altos, que, em geral, possuem pelos mais grossos”, afirma a médica. Então, nesse sentido, deixar a depilação de lado pode trazer benefícios para a pele.

1599668016686118 81515628 1034330993597372 8979334846284415273 n
Foto: Reprodução / Instagram @gillettevenus

Por fim, é importante lembrar que a decisão de deixar ou não de se depilar cabe somente a você. “Apenas lembre-se de manter a pele sempre limpa e hidratada, já que esses são os requisitos básicos para que o tecido cutâneo permaneça bonito e saudável, independentemente da presença de pelos”, finaliza a Dra. Paola Pomerantzeff.

Tags

depilacao

posts relacionados

posts recomendados