Beleza

Sem arriscar a pele: dermatologia integrada está em alta

Conheça o novo conceito para tratar sua pele de forma completa
Reading time 3 minutes
(Foto: Unsplash)

Na era dos filtros das redes sociais que mudam nossa aparência em segundos, e que podem causar dependência e queda na autoestima, defender soluções rápidas é confortável, mas nem sempre a melhor solução.

A dermatologia manteve, por muito tempo, um olhar técnico pelos pacientes nos consultórios. As questões eram tratadas com medicamentos e tratamentos que tinham como objetivo apenas “resolver o problema”. De anos para cá, com o avanço da medicina e com o surgimento de produtos que ajudam no envelhecimentos, as clínicas passaram por uma verdadeira revolução. Novos aspectos da área surgiram e doenças e beleza hoje dividem espaços nas consultas. Mas como toda mudança, essa também apresenta seus perigos. O uso indevido ou em excessos dessas novas tecnologias, principalmente as de rejuvenescimento vêm afetando a vida de muitas pessoas.

Contra isso surgiu um conceito que vem ganhando espaço: o da dermatologia integrada.

Essa tendência busca tratar as queixas dos pacientes de forma ampla levando em consideração fatores emocionais e físicos, onde diferentes profissionais trabalham para tratar a questão de forma completa, pensando a combinação de tratamentos tópicos e plano alimentar.

A Dra Marcelle Castro da clínica Harmonittá, em Brasília, afirma que devemos ter um olhar crítico sobre os padrões estéticos porque eles são modismos, além de serem pontuais e temporais. O tratamento estético ideal  implica ganho de autoestima, melhorando a aparência sem perder a identidade. Afinal, cada um tem o seu belo”, defende. 

 

 

O importante na dermatologia integrada é trazer qualidade de vida e bem-estar para os pacientes, já que é na pele que se manifestam sintomas problemas psicológicos ou distúrbios do próprio sistema. “O estresse, por exemplo, aumenta o cortisol e libera neuropeptídeos que causam coceiras, irritações, dermatites e pioram doenças como rosácea e a acne”, diz a doutora. 

 

Portanto a nova aposta não acredita em soluções milagrosas. Acompanhamento médico e mudanças no estilo de vida saudável são essenciais para o bem-estar e a beleza. Se conseguimos ter uma vida espiritualmente mais equilibrada, praticar esportes, ter uma alimentação balanceada e saber como desgastar o estresse do dia a dia, a pele com certeza fica melhor e mais bonita. Por isso, se você está pensando em dar um up no visual, avalie profissionalmente quais são as causas do que lhe incomoda, a solução pode estar além dos preenchimentos ou botox, e sim em uma melhoria da sua rotina e consequentemente de pele.

 

@clinicaharmonitta

@dramarcellecastro 

 

 

Tags

pele

posts relacionados

posts recomendados