Cultura

Barbie e o faz de conta que inspira novas gerações

Barbie lança coleção representativa com profissionais na luta contra o COVID-19 e demonstra de forma prática o poder do faz de conta
Reading time 5 minutes
Foto: Instagram @barbie

Em meio a uma pandemia onde o contato físico se tornou limitado, o mundo de faz de conta tornou-se uma válvula de escape mais do que necessária. Quando esse faz de conta ganha ícones reais, a brincadeira toma proporções inspiracionais para as novas gerações.

Em homenagem a mulheres na luta contra o COVID-19 a boneca Barbie ganha versões de cinco cientistas:

Jaqueline Góes de Jesus, biomédica brasileira que fez parte da equipe responsável pelo sequenciamento genético do novo coronavírus logo após os primeiros casos da doença no Brasil.

1628184670603976 screenshot 2021 08 05 at 14.30.49
Foto: Instagram @drajaquelinegoes

A Biomédica Jaqueline Goes de Jesus é  doutora em patologia humana e pesquisadora brasileira. Coordenou a equipe responsável pelo sequenciamento do genoma do vírus SARS-CoV-2 apenas 48 horas após a confirmação do primeiro caso de COVID-19 no Brasil.

Natural de Salvador, Jaqueline Góes de Jesus tem 31 anos e também trabalhou na equipe responsável pelo sequenciamento do genoma do vírus da zika. Atualmente, é pesquisadora bolsista da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) em nível de pós-doutorado, no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo na USP. 

Apesar da falta de investimento em estudos cientificos no país a Biomédica é um grande exemplo de profissionais capacitados e talentosos que temos em nosso território, e com uma imagem tão forte como essa na área cientifica é importante que as novas gerações tenham perspectiva de realizarem tal feito.

Audrey Cruz, médica atuante da linha de frente em Las Vegas e conhecida por sua luta contra a discriminação

Sarah Gilbert, que liderou a criação a vacina de Oxford-AstraZeneca

1628187152664104 screenshot 2021 08 05 at 15.11.41
Foto: Instagram/Stories @barbie

Amy O’Sullivan, enfermeira que tratou do primeiro paciente com Covid-19 no Hospital Wycoff, no Brooklyn (Nova York)

Kirby White, médica australiana que ajudou a criar um avental cirúrgico reutilizável para trabalhadores da linha de frente da pandemia

Chika Stacy Oriuwa, psiquiatria canadense que atua contra o racismo sistêmico na área da saúde.

Inspirar para mudar...

Quando um simples brinquedo quebra as barreiras da imaginação e se transforma em inspiração para gerações futuras, conseguimos entender o verdadeiro poder do faz de conta, e é assim que a Barbie com seus 62 anos de mercado se mantém relevante em meio a um mundo com tantos estímulos.

A marca acompanha de perto a evolução de seu público e o que os inspiram, criando assim a cada temporada homenagens e representações de exemplos de sucesso, que são almejados para as novas gerações. O lançamento da coleção de profissionais na luta contra o COVID-19 não foi a primeira prova desse propósito educativo, em meio as Olimpíadas de Toquio 2020 atletas reais ganharam suas versões da famosa boneca.

A representação de mulheres importantes da história é um tema abordado frequentemente com a linha fixa "Mulheres que Inspiram", suas últimas adições contam com Helen Keller. 

Como a primeira pessoa surdocega a ganhar um diploma de bacharel em artes, Helen ampliou a visão da sociedade sobre o que é possível e provou que não há limites para o que podemos fazer quando trabalhamos juntos para um mundo mais inclusivo.

 

Tags

barbie
covid-19
cientistas
educação

posts relacionados

posts recomendados