Cultura

Herdeira: Hollywood está de olho em Gia, neta de Francis Coppola

Você já conhece a Gia Coppola? A fotógrafa e cineasta é neta de Francis Ford Coppola e nova aposta de Hollywood. Confira uma entrevista exclusiva:
Reading time 4 minutes

Se destacar dentro de uma dinastia de cineastas famosos poderia ser frustrante, mas para a roteirista, diretora e fotógrafa Gia Coppola, a família foi a força que a estimulou a criar as obras que a revelaram ao público.

É bom lembrar que Gia tem um avô do calibre de Francis Ford Coppola e dois tios muito bem sucedidos – Roman e Sofia Coppola. Mas foi graças ao seu olho muito original que lhe permitiu descobrir-se em muitas áreas, transformando seu sobrenome em um mero detalhe: "Eu me sinto muito feliz por estar cercada por pessoas tão estimulantes", confessa ela em entrevista à Lofficiel.

"Mas eu trabalho muito duro para realizar meus próprios projetos". O trabalho pelo qual a artista é mais conhecida é provavelmente seu primeiro longa-metragem "Palo Alto" (2013), uma história baseada na coleção homônima de contos escrita por James Franco.

O filme escrito e dirigido por Gia conta com nomes como Emma Roberts, Jack Kilmer e Nat Wolff no elenco. Com esse projeto, ela provou suas habilidades como cineasta, além das referências familiares, e nos deu acesso ao seu coração e seu olhar através de uma série situações extraordinariamente nostálgicas e visualmente surpreendentes da vida de um grupo de estudantes do ensino médio.

O cuidado com a fotografia de "Palo Alto" deve-se, pelo menos em parte, à formação da diretora que, antes de sua incursão no mundo do cinema, estudou fotografia na prestigiosa Bard College de Nova York.

"Eu acho que as duas mídias - imagens em movimento e fotografia estática - são complementares. Sempre aprendo alguma coisa quando tiro uma foto e uso a fotografia para explorar os assuntos que me interessam".

Suas fotos em médio formato, publicadas nas páginas de várias revistas, dizem muito sobre a relação que o autor consegue criar com os assuntos retratados (entre suas modelos mais recentes estão Florence Welch e Margot Robbie).

/

O profundo amor que a une – nascida e criada em Los Angeles – ao ambiente californiano mostra em suas fotos: sejam as imagens oníricas de meninas em vestidos etéreos reunidas para um piquenique no Parque Nacional Joshua Tree ou as fotos mais documentais de Chateau Marmont na hora do rush.

"Eu amo a natureza e a história por trás da minha cidade. Sou cada vez mais fascinada pela imagem de Hollywood e seu significado."

Seu amor pela moda também é algo muito importante. No decorrer desse ano, ela foi contratada por marcas internacionais como Zac Posen, Gucci e Rodarte para aprimorar suas campanhas com seu toque pessoal: “Eu acho que criar moda é, de certa forma, muito semelhante a fazer um filme. A quantidade de pesquisa necessária e a atenção aos detalhes são as mesmas. Sou particularmente inspirada pela forma como a moda consegue expressar um estado de espírito através da imaginação e da criatividade ".

O destaque para a imaginação é evidente em seu trabalho, Gia traduz moda em imagens e filmes com uma espécie de inocência delicada: ela usa as peças de vestuário para ser apresentadas como figurinos de palco, ela não mostra apenas os looks da nova temporada de uma marca desesperada por novos clientes. Com 31 anos de idade, eae viu a indústria da moda se transforma.

"Estou muito interessada na influência das mídias sociais em nossos gostos culturais, na educação, na política. Eu me preocupo e me pergunto como isso pode ser feito para tornar o mundo atual novamente cinematográfico e conectado".

É exatamente o que ela tenta fazer com seu trabalho. Vivemos em uma era em que cada vez mais as experiências que fazemos são projetadas para serem vistas na tela de um iPhone, alguns artistas tentam criar trabalhos nos quais eles querem mergulhar, ao invés de simplesmente segurá-los em suas mãos.

/
Gia Coppola

Jóias por Tiffany & co

Foto de Daria Kobayashi Ritch

Styling Chris Horan

posts relacionados

posts recomendados