Fashion Week

Os destaques do desfile Fall 2019 da Gucci na MFW

Alessandro Michele mais uma vez criou uma atmosfera fantasiosa e altamente desejável para a Gucci
Reading time 1 minutes

O APERITIVO

Os convidados receberam uma caixa de madeira crua com inscrições em alfabeto grego. Dentro, uma máscara branca com as características de Hermafrodita. Na mitologia grega, o filho de Hermes e Afrodite é o arquétipo dos andróginos.

1550747315284526 gucci11550747315268896 gucci2
1550747315264036 gucci3
(Fotos: Reprodução/Instagram @gucci)

ATMOSFERA

O convite relembrou o desfile de Cruise em Alyscamps, em Arles. Mas na passarela a vibe era totalmente diferente: no Gucci Hub, 120.000 luzes LED foram sobrepostas em uma passarela de 100 metros de comprimento, totalmente revestida de espelhos.

 

O PRATO PRINCIPAL

As máscaras estavam lá - algumas mais antigas, fazendo referência ao trabalho do artista Eduardo Costa na década de 1960, outras punks, kubrickianas ou circassianas.

O hibridismo visceral da Gucci por Michele é baseado em uma alfaiataria dos anos 70 e 80, que foi enriquecida com os brocados de Marie Antoinette, Marie-Antoinette brocado, o jabot de Arlequim, as coleiras da Siouxsie Sioux, caneleiras de Hércules... ou até mesmo as joelheiras de M'Bappé. Mistura de eras e estilos na mesma fluidez de gênero que ronda o mood deste Fall 2019.

 

/
Gucci Outono Inverno 2019 Desfile De Moda

posts relacionados

posts recomendados