Fashion Week

''Os rituais que fazem parte da moda'' foi o tema da coleção de Outono da Gucci

Com os backstages em primeiro plano, Gucci mostra a passagem da criação para o resultado final
Reading time 2 minutes

Apresentando a coleção de Outono 2020 da Gucci na Semana de Moda de Milão, Alessandro Michele mostrou em uma plataforma giratória parte dos bastidores do desfile, onde ele e os membros do ateliê arrumaram os modelos antes de irem à passarela. Depois de enviar o convite por mensagem de voz no Whatsapp, a idéia de montar um backstage no começo do show foi uma estratégia de Michele para mostrar ao público as partes -sagradas- do processo antes de um desfile.

 

 

Levando o nome de ‘'The Ritual’’, a coleção se manteve nos padrões típicos do designer, que é conhecido por sua estética maximalista, cheia de detalhes e sobreposições - estas que são feitas pelo fato de Alessandro Michele focar em produzir peças que funcionem juntas ou separadas - se apegou na ideia de nostalgia. 

 

 

No ritual sagrado da moda, o designer mostra vestidos cheios de detalhes, compridos, estilo século XVIII, que seriam difíceis de vestir sem a ajuda de alguém (o que ele mostra nos backstages), mini vestidos, fardas no estilo russo e jeans oversized com modelagem anos 70 criaram uma coleção grande e cheia de referências diferentes, como hippies e grunges. Os acessórios fizeram parte de quase todos os looks, chapéus, cachecóis enrolados no pescoço e jóias, como crucifixos de prata reforçando ainda mais a essência de ritual como sugere o nome da coleção.

Gucci Outono/Inverno 2020/21 - MFW

Tags

gucci
mfw

posts relacionados

posts recomendados