Hommes

Fim dos tempos? Pentágono tem plano para apocalipse zumbi

O CONPLAN 8888 é um documento com várias ações para lidar com diversos cenários criados por um ataque de mortos-vivos.
Reading time 2 minutes

Em algum momento vendo um filme ou série você já deve ter se questionado como iria reagir durante um ataque zumbi e se divertido pensando em quais seriam suas estratégias de fuga e defesa. Porém, a coisa ficou séria sobre a questão quando o Pentágono - Departamento de Defesa dos Estados Unidos - divulgou que existe um um plano no caso de um desastre desse gênero.

1593702064864050 priscilla du preez ksmmg5vk9pe unsplash

O CONPLAN 8888 é um documento com várias ações para lidar com diversos cenários criados por um ataque de mortos-vivos. Existem procedimentos para lidar com zumbis patogênicos, criados a partir da infecção provocada por uma bactéria; zumbis criados por radiação e até zumbis conjurados por forças mágicas.

O documento, que estava esquecido durante anos nos computadores do Pentágono e foi descoberto em 2011 por uma jornalista, reforça que em uma situação como essa é dever dos militares americanos proteger toda e qualquer vida humana, mesmo de países sem relação cordial. Tenso!

1593702332282691 simon wijers rv kxv1rojw unsplash
1593702340222919 daniel jensen nmk1vggt2hg unsplash 1

Apesar das informações parecerem mais uma Fake News, o Pentágono confirmou a veracidade do documento e explicou a razão dele existir. Óbvio que os militares não acreditam em um possível ataque de mortos-vivos. O CONPLAN 8888 foi feito com fins educativos e tinha como idéia principal fazer com que os ingressantes no Comando Estratégico dos EUA em Omaha, Nebraska, em 2009 e 2010, tivessem uma forma criativa de praticar um bom planejamento militar.

Pamela Kunze, capitã da corporação na época,  afirmou: “Este documento é identificado como uma ferramenta de treinamento interno no qual nossos alunos aprendem os conceitos básicos do planejamento militar e se desenvolvem através de um cenário de treinamento fictício. Este documento não é um plano do Comando Estratégico dos Estados Unidos”. 

1593702416390572 nathan wright igpwuxzofgo unsplash 1 1593702657691052 cristian newman wgkcarbelmk unsplash

Além disso, usar uma situação fictícia foi um procedimento para evitar maus entendidos. Seria bem complicado explicar um exercício que envolvesse uma hipotética guerra com a China, por exemplo. Um exercício cheio de zumbis e mortos-vivos não causará nenhum mal estar diplomático. 

1593703437072575 gettyimages 543515726
Foto: Getty Images

Tags

tecnologia
tv
art

posts relacionados

posts recomendados