Hommes

Louis Vuitton cancela produção de peças que remetem a Michael Jackson

Após o documentário Leaving Neverland a Vuitton destacou que sentiu "a maior dor" e cancelou a produção das peças.
Reading time 3 minutes

A Louis Vuitton afirmou que não produzirá as peças com menção ao astro Michael Jackson que apareceram em seu desfile de moda masculina de outono / inverno para 2019, após a exibição do documentário de Leaving Neverland . O programa entrevista dois homens que acusam o eterno rei do pop de ter abusado sexualmente deles quando crianças.

O documentário foi ao ar pela primeira vez em 25 de janeiro, em Sundance, na semana seguinte à Louis Vuitton apresentar seu desfile de moda masculina no dia 17 de janeiro. As referências de Jackson incluíam uma camiseta com um gráfico de seus pés dançantes e detalhes de estilo, como meias brancas usadas com mocassins, luvas de instrução, tops de lantejoulas e camisas folgadas brancas. 

 

O diretor criativo Virgil Abloh afirmou: "Minha intenção para este desfile foi referir-se a Michael Jackson como um artista da cultura pop. Referia-se apenas à sua vida pública que todos nós conhecemos e ao seu legado que influenciou toda uma geração de artistas e designers."

No entanto, a marca já disse em um comunicado que o documentário causou a Vuitton "a maior dor" e destacou que desconhecia o programa quando a coleção masculina foi apresentada. O presidente e CEO da Vuitton, Michael Burke, descreveu as acusações como "profundamente perturbadoras’’ e ressaltou "Segurança e bem-estar das crianças é de extrema importância para a Louis Vuitton", disse ele. "Estamos totalmente comprometidos em defender essa causa."

 

Tags

louis-vuitton
michael-jackson
cantor
documentario

posts relacionados

posts recomendados