Hommes

Maradona morre na Argentina aos 60 anos por parada respiratória

O ex-jogador era reverenciado como um Deus na Argentina e consagrado como um dos melhores jogadores do mundo.
Reading time 3 minutes

Diego Armando Maradona, maior jogador da história da Argentina e ícone mundial do futebol, sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua residência na cidade do Tigre e morreu. A triste notícia foi divulgada pelo jornal argentino "Clarín".

No começo de Novembro, o ex-atleta passou por uma minuciosa cirurgia cerebral e teve alta 8 dias depois. Segundo os médicos, o procedimento era simples, mas existia uma preocupação por conta da condição de saúde de Maradona. 

Campeão mundial na Copa de 1986, quando entrou para história pelos seus gols contra a seleção da Inglaterra, Maradona era reverenciado como um Deus na Argentina. Seu gol de mão contra a seleção do Reino Unido recebeu o nome de "gol da mão de Deus’’ e o gol em que Maradona driblou metade do time foi eleito em 2002 pela Fifa como o mais bonito da história das Copas do Mundo. 

O argentino também disputou as Copas de 1982, 1990 e 1994. Em 1990, fez a jogada que eliminou o Brasil nas oitavas de final e em 1994, foi cortado do time por ter sido pego no exame de antidoping. O problema com drogas persistiu durante toda sua vida.

 

Nascido em 30 de outubro em Lanús, na província de Buenos Aires, Maradona foi revelado aos 15 anos enquanto jogava no Argentinos Juniors, onde atuou entre 1976 e 1981. Prestigiado e reconhecido internacionalmente ao lado de Pelé como um dos maiores jogadores de futebol da história, Maradona jogou um ano no Boca Juniors e logo se transferiu para o Barcelona, onde atuou entre 1982 e 1984. Na sequência foi para o Napoli, na Itália e ganhou uma Copa da Uefa, dois Campeonatos Italianos, uma Copa e uma Supercopa da Itália.

Maradona deixa dois filhos (Diego e Diego Fernando) e três filhas (Dalma, Gianinna, Jana)

Tags

esporte
news
celebridade

posts relacionados

posts recomendados