Hommes

Mena Massoud, ator de “Aladdin” no cinema, pede maior diversidade em filmes e TV

O artista falou sobre a importância da representatividade e acredita que a arte pode mudar o mundo
Reading time 2 minutes

O ator egípcio-canadense Mena Massoud, pediu uma maior diversidade de histórias no cinema e na televisão durante uma cerimônia de abertura de um festival de cinema no Egito. "Quando era criança [no Canadá], nunca vi pessoas que se parecessem comigo na tela grande, e isso me fez sentir como se eu não pertencesse a esse lugar, e não houvesse espaço para a minha história”, comentou à ocasião.

Em 2017, o jovem artista de 28 anos foi escalado para ser o protagonista do remake live-action Aladdin, clássico da Disney que arrecadou 824,14 milhões de dólares tornando-se a maior bilheteria mundial da carreira de Will Smith.

Massoud falou ainda sobre o trabalho de sua instituição de caridade Ethnically Diverse Artists Foundation e entregou seu prêmio inaugural de Artista Internacional em Cinema à atriz marroquina Nisrin Erradi, que estrelou o filme "Adam", de Cannes. 

“Como artistas, temos um privilégio extraordinário e raro de contar as histórias de nosso povo, nossa terra, nossa cultura. Eles nos seguram, nos separam e nos reúnem novamente. Nós somos nossas histórias”, dispara.

posts relacionados

posts recomendados