Hommes

Ryan Reynolds e Blake Lively fazem doação milionária para protestantes antirracismo

''Temos vergonha de, no passado, termos nos deixado ficar desinformados sobre o quão profundamente racista é o sistema"
Reading time 3 minutes

Ryan Reynolds e Blake Lively estão desde o início da pandemia mundial investindo parte de suas fortunas em ações sociais e causas relevantes. A mais nova iniciativa do casal é a contribuição com 200 mil dólares, algo em torno de 1 milhão de reais,  para o Fundo de Defesa Legal da NAACP (National Association for the Advancement of Colored People), organização que vem auxiliado os diversos manifestantes nos EUA que estão sendo presos e  agredidos durante os protestos.

No instagram, o casal publicou um emocionante texto contra a morte de George Floyd -  homem negro americano que morreu em 25 de maio de 2020, depois que um policial se ajoelhou em seu pescoço por pelo menos sete minutos. No post, o casal falou abertamente sobre como são privilegiados e lamentaram pelo sistema racista: "Nunca tivemos que nos preocupar em preparar nossos filhos para diferentes regras da lei ou o que poderia acontecer se nosso carro for parado. Não sabemos como é viver essa vida dia após dia. Mal podemos imaginar sentir esse tipo de medo e raiva. Temos vergonha de, no passado, termos nos deixado ficar desinformados sobre o quão profundamente racista é o sistema".

Os atores, continuaram o desabafo falando sobre a educação dos filhos: "Estamos comprometidos em criar nossos filhos para que nunca cresçam alimentando esse padrão insano e, portanto, farão o possível para nunca infligir dor a outro ser consciente ou inconscientemente. É o mínimo que podemos fazer para honrar não apenas George Floyd, Ahmaud Arbery, Breonna Taylor e Eric Garner, mas todos os homens e mulheres negros que foram mortos quando a câmera não estava ligada".

Por fim, o casal revelou que fizeram a doação para o Fundo de Defesa Legal da NAACP, pois admiram a organização e seu líder, Sherdlern Ifill e afirmaram que esse dinheiro é apenas o começo e que pretendem usar de seus privilégios para serem aliados na causa.

Tags

cinema
blake-lively
racismo
ryan-reynolds

posts relacionados

posts recomendados