Joias

Aron & Hirsch e Natalie Klein criam coleção em parceria

por Marina Espíndola
19.01.2017
Criada em parceria com Natalie Klein, a nova coleção da Aron & Hirsch reverencia as formas orgânicas e o trabalho artesanal.

Que atire a primeira pedra preciosa quem nunca deixou de usar uma joia porque achou que ela era especial demais para ir ao trabalho ou àquele jantarzinho entre amigas. Pelo fim das "peças de ocasião", as designers Taísa Hirsch e Sandra Aron uniram forças e criaram a joalheria Aron & Hirsch cinco anos atrás. E a nova coleção da dupla, desenvolvida em parceria com Natalie Klein, da NK Store, prova que o objetivo foi alcançado com louvor.

Batizada de "Blossom" e inspirada no trabalho do artista japonês Hokusai (uma sugestão de Natalie), a linha traz peças grandes, exibidas, bem diferentes daquelas delicadas e miúdas com as quais a marca fez fama. "A ideia era apostar em joias maiores sem que isso comprometesse o preço para o consumidor final", conta Sandra. A solução encontrada? Usar prata com banho de ouro em um acabamento extremamente refinado.

Sandra Aron & Taísa Hirsch.jpg
Taísa Hirsch e Sandra Aron recebem clientes com hora marcada no ateliê em Higienópolis, São Paulo

“Como se trata de um material muito mais barato, conseguimos aumentar o tamanho e manter a coleção acessível”, completa Sandra. O DNA artesanal também permanece e fica evidente nos anéis, brincos e colares de formas orgânicas que remetem às ondas e paisagns pintadas por Hokusai. "É como um trabalho de escultura mesmo, porque a joia é desenhada na cera antes de ganhar a versão em metal”, explica Taísa. Ela tinha acabado de voltar de Nova York com um diploma em gemologia quando conheceu Sandra por meio de um amigo em comum.

Economista de formação, a agora sócia estava querendo investir em um negócio próprio depois de ter dois filhos. “Ficamos elaborando durante um ano como ia ser essa marca, porque são milhares de caminhos possíveis", lembra Sandra. "Até que zemos uma primeira coleção como teste e decidimos mostrar para a Natalie Klein, porque a NK era a única que revendia joias e a gente tinha pavor de abrir uma loja própria". Natalie gostou do que viu e as convidou para colocar as peças à venda na mesma hora. “A gente não tinha nada, nem empresa aberta nem nome decidido”, conta Taísa, rindo.

blosson1.jpg
blosson2.jpg
blosson4.jpg
blosson6.jpg
blosson9.jpg

Hoje, a Aron & Hirsch ocupa um corner próprio dentro da NK Store, nos Jardins, em São Paulo. Sandra e Taísa ainda recebem clientes com hora marcada no ateliê, que fica em Higienópolis, e se preparam para dar um passo importante: a abertura do seu e-commerce, que deve estar no ar em breve. 

compartilhar

posts relacionados

posts recomendados