Moda

123 anos depois, a icônica Henri Bendel fecha as portas

Adeus Henri Bendel! Uma das lojas de departamentos mais emblemáticas da história, anuncia o fim de sua operação.
Reading time 3 minutes

Podemos dizer que é um dia triste para os fashionistas!

123 anos atrás, a marca foi fundada pelo estilista e empresário da da Louisiana Henri Willis Bendel, que abriu sua primeira loja no bairro de Greenwich Village, Nova York.

A empresa controladora da marca, L Brands, anunciou na quinta-feira que estará fechando suas portas oficialmente em janeiro de 2019, por causa do baixo número de vendas.

Marcando o fim de mais de um século da loja de departamentos, Henri Bendel fechará 23 lojas e o e-commerce, - incluindo sua icônica loja de Nova York- apesar de que sua presença ainda será sentida na Quinta Avenida. Afinal de contas, a Bendel foi a primeira varejista de artigos de luxo na Fifth Ave, endereço que estimulou um novo mundo para a moda.

“Estamos comprometidos em melhorar o desempenho nos negócios e aumentar o valor para os acionistas. Como parte desse esforço, decidimos parar de operar a Bendel para melhorar a lucratividade da empresa e focar em nossas marcas maiores que têm maior potencial de crescimento ”, disse à WWD Leslie Wexner, chairman e CEO da L Brands .

A L Brands é dona das marcas Henri Bendel (um dos locais preferidos de Carrie Bradshaw em "Sex and the City"), Victoria's Secret, Pink, Bath & Body Works e La Senza, e mais de 3.000 lojas em vários países.

“Esta decisão é certa para o crescimento futuro da nossa empresa, mas não é fácil devido ao impacto na nossa família L Brands. Quero agradecer aos nossos associados da Bendel por sua dedicação a essa marca icônica e aos nossos leais clientes da Bendel. ”

Como designer, Bendel foi quem apresentou Coco Chanel aos Estados Unidos. Além de ter sido o "primeiro a montar um desfile de moda", segundo o site da Bendel. Henri também empregou o jovem Andy Warhol como estilista interno.

Tags

posts relacionados

posts recomendados