Moda

Conheça as 10 famílias mais influentes da moda

De Prada a Pinault, esses clãs focados na indústria fashion construíram legados incríveis ao longo dos anos
Reading time 6 minutes

Quando se trata de negócios de moda, manter uma marca em família costuma ser o mais certo a se fazer. De legados de design a irmãos supermodelos, a indústria da moda é conhecida por sua comunidade unida de laços de sangue. 

Prada, Fendi e Salvatore Ferragamo são todas consideradas grifes de luxo de primeira linha, mas também há gerações de família por trás de seus nomes poderosos. Outras famílias, como os Pinaults e os Arnaults, você pode não conhecer, mas deveria. Abaixo, descubra as 10 famílias mais importantes da moda atualmente:

Prada

Mario Prada fundou sua marca em 1913 como uma empresa de artigos de couro. Após sua morte em 1958, sua filha Luisa assumiu, antes de mais tarde passar as rédeas para sua sobrinha Miuccia Prada em 1978.

Sob seu mandato, Prada comprou outras casas de moda, como Jil Sander, Helmut Lang e Azzedine Alaïa, e lançou a marca Miu Miu, da qual Miuccia também atua como diretora de criação.

Ferragamo

Em 1927, o jovem sapateiro Salvatore Ferragamo lançou uma marca em Florença, Itália, que chamou a atenção de estrelas de Hollywood na época, como Greta Garbo, Audrey Hepburn e Marilyn Monroe  Após sua morte, sua esposa Wanda e seus seis filhos assumiram os negócios da família, transformando-a na casa de moda que é hoje.

Completando a imagem de luxo que a marca representa, os Ferragamos também estabeleceram a Coleção Lungaro de hotéis na Itália. Hoje, uma terceira geração de Ferragamos trabalha na marca em várias funções.

Fendi

Em 1925, Edoardo e Adele Fendi abriram uma pequena loja de artigos de couro em Roma. As cinco filhas Carla, Paola, Anna, Alda e Franca herdaram a empresa, que se tornou uma marca consagrada no mercado de luxo.

Silvia Venturini Fendi, filha de Anna, ingressou na marca na década de 1990, ao lado de Karl Lagerfeld, e permanece até hoje como diretora de criação da empresa.

Versace

No final dos anos 1970, Gianni Versace lançou sua marca homônima ao lado de seu irmão e irmã, Santo e Donatella, na Itália. A grife cresceu em popularidade graças ao uso de tons fortes e recortes reveladores de Gianni.

A casa Versace é fortemente creditada com o lançamento das carreiras das supermodelos, incluindo Naomi Campbell, Christy Turlington e Linda Evangelista. Após o assassinato de Gianni em 1997, Donatella assumiu como CEO da empresa. Hoje, ela atua como diretora de criação.

Missoni

Ottavio e Rosita Missoni fundaram sua oficina de malhas em 1953 e, cinco anos depois, lançaram a primeira coleção da casa italiana. Famosa por seus padrões coloridos em zigue-zague, a marca Missoni perdurou por gerações.

Depois que Ottavio e Rosita seguiram para outros empreendimentos nos anos 90, seus filhos assumiram os negócios da família, com Vittorio se tornando o diretor de marketing, Luca atuando como designer de moda masculina e Angela supervisionando a moda feminina. Agora, Margherita, a neta de Rosita e Ottavio, supervisiona a linha da M Missoni e é amplamente vista como o rosto atual do legado Missoni.

Hermès

A família Hermès está entre as mais ricas e estabelecidas no mundo da moda. Fundada pelo habilidoso artesão de couro Thierry Hermès no século 19, a luxuosa casa oferece artigos de couro de alto valor há mais de um século.

Thierry foi sucedido por seu filho Émile-Charles Hermès, que foi seguido por seus filhos, Adolphe e Émile-Maurice Hermès. Em meados do século 20, a quarta geração da família assumiu, com Robert Dumas, neto de Èmile-Maurice, assumindo o papel de executivo chefe e diretor de criação. A Maison então se tornou o cânone da moda sob direção de Jean-Louis Dumas, filho de Robert, que introduziu roupas, joias e a famosa bolsa Birkin para a marca.

Hoje, há mais de uma dúzia de herdeiros da fortuna Hermès de US $ 49,2 bilhões, com os primos Pierre-Alexis e Axel Dumas liderando a marca.

Arnault

Por trás do rolo compressor de luxo LVMH está a família Arnault, chefiada pelo proprietário e candidato a "Homem mais rico do mundo", Bernard Arnault.

Sua filha Delphine é vice-presidente executiva da Louis Vuitton, enquanto seus filhos Frédéric, Antoine e Alexandre são os CEOs da TAG Heuer, Berluti e Rimowa, respectivamente.

Pinault

O conglomerado de luxo Kering possui grandes casas de moda, incluindo Gucci,Alexander McQueen e Balenciaga.

Sendo uma empresa tradicional, a Kering foi fundada como PPR em 1963 por François Pinault. Seu filho, François-Henri Pinault juntou-se à empresa familiar nos anos 80, tornando-se posteriormente o CEO da Kering em 2000. Os Pinaults também são donos da casa de leilões Christie's.

Jalou

A herança da família Jalou está na publicação de moda desde que a indústria começou a crescer no século XX. Entrando para a L'Officiel como diretor artístico em 1932, Georges Jalou a transformou de uma revista especializada em uma publicação feminina altamente conceituada.

Georges Jalou posteriormente fundou o grupo Jalou Media e comprou o L'Officiel , que foi então passado para seus filhos, Laurent Jalou, Marie-José Susskind-Jalou e Maxime Jalou. Hoje, Marie-José atua como presidente do Jalou Media Group, enquanto seu filho, Benjamin Eymere , é o CEO.

Roitfeld

Carine Roitfeld fez seu nome como uma das principais vozes da indústria da moda. Ela manteve relações estreitas com grandes designers, como o falecido Karl Lagerfeld e Tom Ford.

Seguindo os passos de sua mãe, Julia Restoin-Roitfeld prestou consultoria para marcas como Jean-Paul Gaultier e Miu Miu. O filho de Carine, Vladimir Restoin-Roitfeld, por sua vez, é o presidente da CR e de suas revistas subsidiárias.

Tags

prada
versace

posts relacionados

posts recomendados