Moda

Gucci Garden: saiba tudo sobre o novo projeto da grife italiana

Spoiler: é possível até jantar no restaurante Gucci, que faz parte do complexo que ainda reúne galeria de arte, boutique e jardim.
Reading time 5 minutes

Na noite da última terça-feira, 09.01, durante a Pitti Uomo, Florença estava em festa com a inauguração do Gucci Garden. O novíssimo projeto da grife italiana respira o espírito da Gucci por Alessandro Michele reunindo galeria de arte, boutique, restaurante e jardim. 

A fachada do elegante e histórico Palazzo della Mercanzia foi usada para reproduzir um grande painel neon em formato de olho gigante, marcando a abertura do espaço para convidados de todo o mundo. 

Totalmente pensado por Alessandro Michele, diretor criativo da Gucci, o Gucci Garden foi criado para explorar o ecleticismo que caracteriza as criações da maison. Podemos ver e perceber uma seleção cuidadosa com artigos tirados de antigas coleções da label, que remontam às suas origens florentinas em 1921, ao lado de objetos  mais recentes como peças de arte contemporânea. Deste modo, o Gucci Garden não seria apenas um arquivo histórico da casa de moda italiana, mas sim uma experiência 360 graus, dinâmica e interativa. 

O nome Gucci Garden não foi escolhido só pelas referências ao mundo da botânica, tão presente na estética da maison, mas também pelo seu significado metafórico.

Alessandro Michele explica: "O jardim é real, mas pertence acima da esfera do imaginário, povoado como é de plantas e animais; como a serpente, que se insinua em todos os lugares e que, em certo sentido, simboliza um começo perpétuo e um retorno perpétuo".

O Gucci Garden conta a história da maison através do encontro/confronto entre passado e presente. Roupas, acessórios, instalações de vídeo, documenos e artefatos estão expostos nos dois andares a Gucci Garden Gallery, e organizados por áreas temáticas. 

Os objetos contemporâneos são justapostos dialeticamente com artigos vintage. Os amigos da grife, como os artistas Jayde Fish, Trevor Andrew (também conhecido pelo pseudónimo GucciGhost) e Coco Capitán foram convidados a decorar as paredes, e seus trabalhos estão lado a lado com os papéis de parede Gucci em tecido impresso e um gigantesco retrato de óleo do século 19, o Fantino con Bambina, de Domenico Induno.

Quem assina a curadoria da galeria é Maria Luisa Frisa, amiga de Michele e diretora do curso de Design de Moda e Artes Multimídia da Universidade de Iuav de Veneza. Ela trabalhou lado a lado com o designer na organização minuciosa da galeria. Ela explica que a falta de uma ordem cronológica é intencional, e que todos os objetos são expostos ao lado de vídeos nesse mix do velho com o novo em todos os gadgets.

"Nós decidimos tornar o espaço um laboratório onde todos os elementos estão disponíveis para experimentação criativa", diz a curadora. Todos os designers que já passaram pela Gucci - ela explica - estão ali representados, não apenas Alessandro Michele. "Para a Gucci, o passado é parte integrante do presente, que se encaixa perfeitamente com a ideia da marca de Alessandro, mesmo com a atitude de Florença, a pátria da Gucci, que ele percebe como uma cidade onde a história é ainda viva e dinâmica".

/

Um dos espaços mais esperados do Gucci Garden (e, com certeza, um dos que será mais disputado) é o Gucci Osteria. O pequeno restaurante para 50 pessoas no piso térreo é assinado pelo chef Massimo Bottura, conhecido mundialmente pelas suas estrelas Michelin. 

Bottura criou um menu exclusivo para a Gucci: pratos icônicos da culinária italiana serão servidos com um twist mais moderno, seguindo toda a concepção do espaço. Risotto de cogumelos e Tortellini Parmigiano Reggiano são alguns dos itens do cardápio. 

Na boutique, espere encontrar peças criadas exclusivamente para o Gucci Garden. Sim, sapatos, casacos, saias e outros acessórios não serão vendidos em outras lojas da grife - principalmente os que levam o logo "Gucci Garden", e vem em uma embalagem especial. 

Objetos da linha Gucci Décor também estão à venda,  assim como uma seleção de revistas e livros inovadores e também alguns volumes antigos da Antica Libreria Cascianelli de Roma.

/

posts relacionados

posts recomendados