Moda

Ícone avant-garde: o poderoso anel da Bulgari

Vinte anos após o seu lançamento, o anel B.Zero 1 mostra que mantém uma personalidade ousada e forte
Reading time 4 minutes
Making of da mais recente campanha do B. Zero 1 com Bella Hadid, fotografada por Mario Sorrenti

Quando a efemeridade é um dos grandes “bens comuns” em matéria de consumo, falar sobre a pertinência de uma joia com exatos 20 anos é um motivo de celebração. No caso do B. Zero 1, um dos grandes ícones da Bulgari, haja criatividade e números no calendário que possam desafiar sua vida longa. Para a joalheria moderna, que eventualmente dispensa o uso de gemas pesadas e valoriza shapes contemporâneos, a linha foi um ato ousado no final dos anos 1990. Mesmo não sendo muito difícil de ver como Roma a inspira – originalmente a arquitetura do Coliseu serviu de referência principal a sua criação –, a Bulgari traçou um plano para desenvolver uma joia não convencional, mas que pudesse ser usada diariamente. “Joias são um complemento da sua personalidade. Da mesma forma como escolhe suas roupas, você vai escolher como usar seus brincos, colares e anéis”, diz Mauro Di Roberto, diretor de joalheria da Bulgari. “O B.Zero 1 tem uma personalidade forte desde que surgiu. Para a época, ele era muito ambicioso e diferente e, automaticamente, isso já o tornava interessante. Mesmo duas décadas depois, noto que ele continua surpreendente, por ser marcante e ter um design ousado com a aplicação do logo, que, aliás, não faz parte da ‘febre’ logomaníaca”, completa. “Naquele tempo, quando falávamos em joias, imaginávamos traços delicados, superfemininos. E ele era completamente o oposto disso’’, afirma Jean-Christophe Babin, CEO da Bulgari. Assim que recebeu o selo de best-seller, a linha ganhou interpretações com braceletes, colares, brincos, relógios e, hoje, um modelo de bucket bag com fechamento do anel. 

1568068849511845 img350
B.Zero 1 nas v ersões ouro amarelo, rosé e branco com diamantes

Na construção da peça, com toda a sua simbologia arquitetônica, há um ingrediente que reforça ainda mais as relações com as raízes italianas: o humor. “Ele capta um tanto do espírito leve e divertido do país. O anel apresenta uma flexibilidade na sua estrutura, puxando para cima e para baixo. Às vezes, você pode passar o dia mexendo nele e nem reparar”, comenta Mauro. “Em geral, na alta joalheria você encontra peças que não permitem essa brincadeira. As estruturas das coleções Tubogas e Fiorever (em que as pétalas são articuladas) seguem essa proposta, que vem do DNA da marca, por não ser algo tão rígido, conectando o universo da joalheria com os prazeres da vida”, diz Jean-Christophe Babin.

1568068985419402 img358
Colar B.Zero 1

Além das clássicas linhas feitas de ouro branco, amarelo e rosé, há também o B.Zero 1 Labyrinth, que mistura banhos e ganha uma versão com pavê de diamantes e outras que trazem novos materiais, como mármore e cerâmica, mostrando suas várias facetas. “É sempre bom entender em um projeto como você pode adaptar as peças com diferentes componentes, porque é uma forma de dar ao cliente outro exemplo do quanto elas podem ser versáteis, desejáveis e inesperadas”, explica Mauro. Ao longo dos anos, o B.Zero 1 passou por várias reinvenções, incluindo colaborações com designers famosos. Em 2010, o escultor britânico Anish Kapoor criou um anel de design tubular entre dois círculos (um superior e outro inferior) gravados com o logotipo. A faixa de aço refletivo é coberta com aros de ouro rosé. Já em 2017, a Bulgari lançou uma parceria com a arquiteta Zaha Hadid, conhecida como a Rainha das Curvas. Essa mesma naturalidade pode ser vista no anel, em que as linhas centrais criam certa ilusão de serem fluidas e se cruzarem em diagonal. “Se consideramos esse produto como um ícone, a colaboração com grandes artistas, como Hadid e Kapoor, é importante para que você os coloque juntos e entenda duas escolas de pensamento sobre a criatividade e, em específico, sobre o design. No caso da participação da arquiteta, ela e o seu time foram muito sensíveis para entender a origem da peça, acrescentando apenas os traços curvilíneos inconfundíveis de Zaha”, conta. 

 

Mantendo seu histórico, a Bulgari elegeu um nome forte e carismático para representar a linha B.Zero 1: ninguém menos que Bella Hadid. Afinal, se depender da grife, essa será uma história e tanta para contar.

1568069181496374 img366
Bracelete B.Zero 1
1568069186589231 img370
Bracelete B.Zero 1
1568069191936126 img374
Bracelete B.Zero 1
1568069234555678 img354
Modelo de bolsa com anel no fechamento
1568069266362175 img362
Modelo de bolsa com anel no fechamento

Tags

posts relacionados

posts recomendados