Moda

Modelo tem foto retirada de editorial por estar "gorda demais"

A modelo Nina Agdal revela o clique em seu Instagram discordando de algumas práticas ainda recorrentes na indústria da moda. Entenda o caso:
Reading time 2 minutes

A modelo dinamarquesa Nina Agdal usou sua conta no Instagram para expôr aos seus mais de um milhão de seguidores um caso que, infelizmente, ainda ocorre no mundo da moda. 

 

No clique, a top de 25 anos usa uma calça jeans, um batom vermelho e nada mais. Quem não lê a legenda, nem percebe, mas ali ela faz uma denúncia. 

 

De acordo com Nina, essa foto foi rejeitada de um editorial pois a modelo estava "muito grande para a roupa".

 

"Meu agente recebeu um e-mail dizendo que a revista não iria publicar o material porque as fotos 'não refletiam meu talento' e que elas 'não se encaixam no mercado deles'. Foi dito que meu portifólio não mostrava que eu não iria caber no tamanho padrão dos looks, o que é totalmente falso", conta a modelo em um parágrafo da longa legenda. 

Nina ainda explica que o corpo feminino pode mudar muito a cada dia, como o dela própria: "Alguns dias eu sou tamanho 36, outros sou tamanho 38... posso até chegar ao 40", revela a top, sem dizer o nome da revista em questão.

 

O movimento do body positive (que levanta a bandeira de aceitação e adoração do seu corpo como ele é, aceitando suas imperfeições) tem ganhado força aos poucos e reunindo adeptos. Vários garotos e garotas têm dividido experiências como estas, como a modelo Joann van den Herik, prima das tops Bella e Gigi Hadid. Nina é mais um exemplo de como a indústria pode ser cruel com essas garotas e não dar a representatividade que outras buscam. 

 

Abaixo, mais alguns cliques da modelo:

Fotos: Reprodução/Instagram

posts relacionados

posts recomendados