Moda

O tailleur faz seu retorno no mundo da moda; entenda o fenômeno

Brigitte Macron e Kate Middleton são os novos ícones da moda responsáveis pelo retorno do conjuntinho de alfaiataria.
Reading time 2 minutes

Blazer curto e reto de gola curta, saia acima do joelho e às vezes um acessório na cabeça... O tailleur, criado pela Chanel em 1954, é sempre reinterpretado pela maison francesa, aparecendo em todas as coleções da grife – por exemplo, na última linha Cruise 2019, no clima de férias em Biarritz. Nesta temporada, a Moschino também reviveu essa silhueta no seu desfile trazendo modelos de peles azul, verde e laranja.

 

Mas de onde vem o retorno dessa peça icônica? 

1542924070119863 1542793856651436 chanel1542924070121265 1542793856886653 mos lb fw18 001
Chanel e Moschino trazem o tailleur para suas coleções (Foto: Reprodução/L'Officiel Paris)

O conjuntinho eternizado por Jackie O. nos anos 60 e que nos leva a uma época do glamour de Hollywood pós-guerra, também era uma escolha certeira de Lady Di nos seus eventos oficiais em plena era minimalista da moda nos anos 90. 

1542924128838505 1542793856394012 jackie kennedy
Jackie Kennedy (Foto: Reprodução/L'Officiel Paris)
1542924140177744 1542793856526338 lady di
Lady Di (Foto: Reprodução/L'Officiel Paris)

A versão 2018 é usualmente em tons pastel (como rosa, azul e lilás) e vista em dois ícones da moda atual. A primeira, Kate Middleton, aposta na atemporalidade da peça para alguns eventos da realeza britânica. A duquesa de Cambridge não pode usar nada tão curto devido ao protocolo, mas suas saias são milimetricamente na altura dos joelhos. 

 

Já a primeira-dama francesa Brigitte Macron revive os tempos de Jackie O. e Catherine Deneuve, fazendo do tailleur seu look assinatura. 

 

 

 

Tags

posts relacionados

posts recomendados