Moda

Sotaque felino

Onças, leopardos e tigres surgem renovados e vão além das pintas e listras.
Reading time 2 minutes

Se há uma família (ou melhor, uma espécie) de padronagens que já entrou para o grupo dos "clássicos", sem dúvida, é a felina. Ela já perambulou por diversos estilos, dos mais discretos aos extravagantes, e faz agora mais um retorno. O diferencial é que não são apenas os motivos que lembram a pele destes animais que cobrem as peças. 

Há uma modernidade também na forma de aplicá-los, como no maxicoat de Cruise 2018 da Louis Vuitton – repare no styling com bota plastificada e bolsa com alça de corrente. Na passarela da italiana Dolce & Gabbana – vale lembrar que foi a dupla de designers italianos que levou a estampa para os corsets no início da década de 90 –, a diversão pautou a coleção de Inverno 2017, com direito a capuz que lembra cabeça de onça e aplicação de desenho de tigre num vestido preto de renda. 

A sensualidade e o glamour da Balmain foram traduzidos num vestido longo que recebeu aplicações de couro, recortadas em formas que lembram a pele do tigre. Outra forma explorada para atualizar a tendência – e dar certa irreverência às produções – foram os bordados no rosto de felinos no Pré-Fall 2017 da Gucci e no já desejado moletom da Kenzo, repleto de traços coloridos. Já o Resort 2017 divertido e jovem da Giamba misturou arco-íris e tigres "tatuados" por todo o vestido pink. Você ainda vai ouvir (e ver) muitos “roar” por aí!

posts relacionados

posts recomendados