Moda

Chiara Unposted: a influencer lança seu documentário e fala sobre política e cyberbullying

A influencer italiana lançou seu documentário no Festival de Veneza
Reading time 3 minutes

Chiara Ferragni estava impecável no Festival de Cinema de Veneza, onde apresentou o seu novíssimo documentário Unposted, feito com a diretora Elisa Amoruso. Durante o evento, conversamos com a influencer e empresária sobre alguns assuntos polêmicos. Confira a entrevista!!

- Seus seguidores te cobravam para que você abraçasse mais causas Por que você escolheu lutar contra o cyberbullying?

Quando pensei nas diversas iniciativas, o cyberbullying se mostrou pra mim como uma causa perfeita, na qual eu me encontrei, encontrei minha história. Sempre fui vítima, mas encarei sempre de maneira positiva. Minha vida é exposta na internet muito antes do Instagram, já que desde os 15, 16 anos postava fotos online e interagia com pessoas que nem me conheciam. Ao longo da minha carreira, muitas delas tentavam diminuir o que eu estava fazendo. Essas críticas, principalmente as que vinham de maneira gratuita e não construtiva, me machucaram bastante e também me fizeram duvidar de mim mesma. Agora é mais fácil se importar menos com as críticas, mas na época era mais difícil. Por isso me identifiquei demais com essa causa. Hoje tudo acontece nas mídias sociais, então pense em como essas críticas podem prejudicar alguém!

 

 

- Você pensa em algum momento entrar para a política?

Nunca me candidataria e nunca iria querer esse posto pra mim.

- Ser uma mulher de sucesso é um problema?

Ainda existem preconceitos muito fortes da nossa sociedade com relação a isso.

 

- Em Unposted, você frequentementte se refere a você mesma em terceira pessoa. Por que?

Sou uma pessoa transparente e, na realidade, tenho mais facetas do que as mídias sociais mostram, mas sou a mesma pessoa. Falo de mim na terceira pessoa porque me refiro à ideia da pessoa que sempre quero ser, e é por isso que falo na terceira pessoa, é sobre a Chiara que gostaria de ser, a pessoa que aspiro ser.

 

- Então, as redes sociais não devem ser demonizadas?

Elas criaram um novo idioma, um novo jeito de se relacionar com pessoas. Por exemplo, agora você pode escrever para sua marca ou celebridade favorita. Antes era difícil criar um debate, inclusive sobre temas urgentes. Agora podemos, e devemos fazê-lo. 

 

 

 

 

posts relacionados

posts recomendados