Mode

Modelo Londone Myers expõe caso de racismo durante Paris Fashion Week

por L'Officiel Brasil
05.10.2017
A top cruzou a passarela de marcas como Christian Dior e Louis Vuitton antes do desabafo online.

Enquanto algumas marcas dão close certo – como o casting diverso desfile recente da Miu Miu – outras parecem que não aprenderam nada. A top Londone Myers fez um desabafo online em forma de post do Instagram.

“Eu não preciso de tratamento especial de ninguém. O que eu preciso é que hairstylists aprendam a cuidar do cabelo de pessoas negras. Estou cansada de ter meu cabelo evitado durante os backstages. Como se atrevem a me enviar para a passarela sem cuidados? Todos sabem que se isso acontecesse com uma modelo branca, a equipe não seria chamada novamente. Se uma pessoa não se pronuncia, todos perdem. Se não for com o meu cabelo afro, provavelmente é com o seu", disse.

O post é um vídeo em time-lapse one a modelo aguarda ficar pronta para o desfile durante muito tempo, enquanto modelos brancas são prontamente arrumadas pelos profissionais no backstage.

Londone cruzou a passarela da Christian Dior, Louis Vuitton, Chloe, Prada e Tommy Hilfiger. "O amor que recebi de todo mundo me levou as lágrimas. Obrigada por me tratarem como um ser humano e não qualquer outra modelo", ela escreveu agradecendo à Gigi Hadid e ao estilista Tommy Hilfiger.

_DIO0343.jpg
Christian Dior
london.jpg
Tommy Hilfiger
KIM_0681.jpg
Louis Vuitton
Captura de Tela 2017-10-05 às 18.47.15.png
Prada
KIM_0463.jpg
Chloé
Captura de Tela 2017-10-05 às 18.49.49.png
Coach

compartilhar

posts relacionados

posts recomendados