Pop culture

Filme de Beyoncé inspira curso na Universidade de Harvard, entenda!

Já imaginou estudar a obra da cantora na universidade? Agora isso é possível!
Reading time 2 minutes
Foto: Reprodução

Beyoncé é uma artista poderosa, que traz em suas produções temas intensos, compartilhando com seus fãs suas convicções e se tornando uma verdadeira referência na música. Seu filme Black is King não seria diferente e, agora a produção está se tornando a inspiração para um curso na Harvard! 

 

Intitulado “Black Is Queen: O Divino Feminino em Kush” o curso tem como base discutir “como os antigos africanos do Vale do Nilo entendiam o poder e a presença feminina” de acordo com o site da universidade. 

Em Kush - atualmente no norte do Sudão - a presença de deusas e rainhas transformou a poder feminino dentro dessa sociedade. Segundo a ementa do curso, as aulas ministradas por Solange Ashby, segundo usarão as músicas de Beyoncé para “enfatizar o poder e a centralidade da rainha-mãe africana em sua família real e reino”.

 

Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que a obra de Beyoncé se torna objeto de estudo em grandes faculdades. A Universidade de Copenhagen, em 2017, ofereceu um curso intitulado “Beyoncé, Gênero e Raça” no qual músicas e clipes eram analisados. Já na própria Harvard, em 2019 um curso trazia obras da cantora e de Rihanna, no curso “Beyoncé Feminismo, Rihanna Feminismo: Música Popular e Teoria Feminista Negra”.

Tags

beyonce

posts relacionados

posts recomendados