Pop culture

Keira Knightley revela o porquê de apenas aceitar fazer filmes de época

A atriz conta o motivo de só aceitar certos papéis em filmes de época e o motivo tem muito a ver com os últimos debates em Hollywood. Descubra!

Orgulho e Preconceito, Anna Karenina, Piratas do Caribe... O que estes filmes tem em comum? Todos eles são de época e suas protagonistas são interpretadas por Keira Knightley. A atriz de Hollywood é normalmente vista em produções que retratam um tempo passado (com exceção de alguns longas "lado B" como Begin Again e Laggies, além da comédia romântica Simplesmente Amor).

Agora, a britânica que há 10 anos é rosto da fragrância Coco Mademoiselle da Chanel, estrela no filme Colette (com data de lançamento para setembro de 2018), mais uma história de época, e acaba de revelar o motivo durante entrevista para a Variety. Descubra a seguir: 

“Eu não faço filmes atuais porque os personagens femininos quase sempre acabam sendo violentados" 

Assim, sincera e direta, a atriz explicou: "Sempre encontro algo desagradável na forma em que as mulheres são retratadas. Enquanto isso, me deparo com personagens inspiradores ao ler os roteiros históricos".

"Mas vejo melhoras. Já consigo receber roteiros com mulheres do presente atual que não são abusadas nas primeiras cinco páginas ou que não estão na história para ser apenas para ser a namorada ou esposa". 

 

O tema abordado por Keira é o mesmo que atrizes de Hollywood têm debatido nos últimos meses com o movimento #MeToo. "Tenho sorte que no meu meio profissional nunca ninguém me abusou sexualmente nem me senti desconfortável. Mas, na minha vida pessoal, posso contar quatro momentos em que situações como as que minhas colegas estão denunciando já aconteceram. E  isso não acontece só com as atrizes... são professoras, são advogadas! Isso não é normal". 

posts relacionados

posts recomendados