Pop culture

Lady Gaga revela porque odeia ser famosa

A fama teve um preço bastante alto para a estrela
Reading time 3 minutes
Foto: reprodução/instagram

Lady Gaga se abriu sobre o grande peso que a fama teve sobre sua saúde mental em uma nova entrevista sincera com Lee Cowan da CBS Sunday Morning.  A estrela, que falou no passado sobre suas experiências de depressão e estresse pós-traumático, compartilhou a inspiração por trás de seu novo álbum, Chromatica, e do single "911", cujo clipe acaba de sair do forno.

"Meu maior inimigo é 'Lady Gaga', é o que eu sempre pensei. Meu maior inimigo é ela", disse Gaga, ecoando a letra do refrão de "911". "Você não pode ir ao supermercado agora. Se você vai jantar com sua família, alguém vem à mesa, você não pode sair com sua família sem que tudo se torne sobre você. O tempo todo é sobre você." Seu mais novo hit é uma referência ao medicamento que tinha que tomar quando costumava entrar em pânico.

 

"Se eu estou no supermercado e alguém chega muito perto de mim e coloca um celular bem na minha cara e começa a tirar fotos, é só pânico total, dor no corpo inteiro. É como se eu fosse um objeto, não uma pessoa." desabafou a estrela.

“Eu odiava ser famosa, odiava ser uma estrela, me sentia exausta e esgotada”, continuou Gaga. "Nem sempre é fácil se você tem problemas mentais para permitir que outras pessoas vejam esses problemas. Esses foram um pensamento e um sentimento reais", disse ela.  

A música, no entanto, provou ser um refúgio para Gaga, apesar do impacto que sua carreira teve em seu bem-estar mental. "Eu não odeio mais Lady Gaga", disse ela. “Agora eu olho para este piano e penso, 'Ugh, meu Deus, meu piano, meu piano que eu amo tanto. Meu piano, que me permite falar, meu piano que me permite fazer poesia. Meu piano é meu.' “Desde seus pontos mais baixos, Gaga compartilhou que ela“ encontrou uma maneira de amar [a si mesma] novamente ”.

 

 

Tags

posts relacionados

posts recomendados