Pop culture

Modelo da Victoria's Secret vai do tamanho 34 ao 40 e comemora transformação

A indústria da moda ainda faz vítimas
Reading time 4 minutes
Foto: reprodução/instagram

A ex-modelo da Victoria's Secret, Emily DiDonato, abriu-se para seus fãs sobre suas batalhas de imagem corporal e estilo de vida. A top, de 28 anos, posou para grifes poderosas como Maybelline, Chanel, Givenchy e Oscar de la Renta - mas em um vídeo franco do YouTube, Emily compartilhou com os seguidores a luta secreta que estava por trás de todo esse sucesso. "Para mim, para ser bem sucedido, era ser magro. Então, eu pensava 'vou fazer o que for preciso'. E eu fiz"  disse no vídeo.

 

 

Ela se mudou para Nova York logo depois do ensino médio para perseguir seus sonhos de moda, mas Emily foi recebida com repostas negativas no começo das agências que a rotulavam de "curvilínia demais', 'grande demais' e 'atlética demais'.

"Eu era louao por não amar o jeito que eu parecia", disse Emily depois de olhar para as imagens antigas de si mesma durante os dias de seleção. Mas, a fim de agradar as agências da cidade, Emily confessou que comeu o mínimo possível e priorizou o trabalho para emagrecer o suficiente para se ser considerada mais atraente para aqueles que disseram que ela era muito curvilínea.

 

 

Ela continuou: 'Eu fui de cerca de 64kg para 53kg, que é muito, muito pouco para o meu tamanho". Perder peso e tentar encaixar-se na indústria da moda em Nova York colocou uma imensa pressão sobre Emily, e ela compartilhou que suas ambições na carreira tinham um impacto negativo em seu bem-estar mental. Isso ajudou a provocar uma mudança para parar de se adequar aos padrões específicos do corpo.

"Acabei ganhando todo o peso e mais um pouco", disse ela. Mas o ganho de peso também teve um impacto emocional e mental em Emily.

 

 

"Eu lembro de realmente não ter gostado do jeito que estava. Quando ganhei o peso de volta, me senti muito envergonhada e queria me esconder. Senti que estava falhando com todas essas agências e pessoas que acreditavam em mim e queriam que eu tivesse sucesso. Eu apenas pensei, 'eu era gorda'. Não há como eu ter sucesso agora.

Altos e baixos continuaram ao longo de sua carreira, incluindo um momento em que ela expressou interesse em sua agência de fazer capa para a "Sports Illustrated". Ela pensou que fotografar para uma publicação que encorajasse modelos de diferentes tamanhos melhoraria sua visão sobre si mesma. Mas essa sessão não foi tão bem quanto Emily queria, porque ela ainda estava descontente com sua figura.

 

 

No vídeo, Emily disse que agora ela está bem com seu corpo, mas levou seu tempo.

Emily

Tags

posts relacionados

posts recomendados