O que é um iate de expedição e por que você deveria embarcar em um?
Viagem

O que é um iate de expedição e por que você deveria embarcar em um?

Um novo modo de ver o mundo! Descubra:
Reading time 4 minutes

Os cruzeiros representam uma maneira de viajar que já é bastante conhecida pela maioria das pessoas. O que muitas não sabem é que o cruzeiro de expedição vai além do modelo mais tradicional: trata-se de navios que, geralmente, são menores e com capacidade para menos hóspedes que as versões marítimas clássicas, muitas vezes podendo ser um iate. Isso os permite oferecer uma viagem mais intimista, com um número reduzido de hóspedes a bordo, assim como ancorar em pequenos portos.

 

Enquanto os cruzeiros em si são geralmente associados a um estilo de turismo mais tradicional, os de expedição são perfeitos para os viajantes que possuem uma veia de explorador e procuram por aventuras em lugares longe das rotas mais previsíveis. Os roteiros destacam a diversidade cultural e biológica de destinos que normalmente não são tão acessíveis em um cruzeiro e destacam uma diversidade cultural e biológica de seus destinos e Juliana Schmidt* nos revela os segredos de cada um desses roteiros:

Japão

1540309150215002 522120910 2
Fotos: Divulgação

Muito além do Tóquio e do Kioto, uma viagem de expedição às ilhas do Japão pode ser visitada através de ilhas como a Ilha do Sado e da Ilha Senzaki. A primeira é a variedade de enseadas intocadas e reservas naturais, já está impressa na água turquesa que a cerca.

 

Foi na cidade de Toba onde o primeiro o cultivo de pérolas foi bem sucedido, e é possível testemunhar na ilha das Pérolas de Mikimoto ou o mergulho para buscá-las. Já não é Monte Fuji, uma paisagem muda: os seus mais três metros de altitude garantem adrenalina e vistas encantadoras.  

Nova Zelândia

1540759160000363 180410 background b03 f05 hi res1540759166474665 164350166 2
Fotos: Divulgação

O Som Crepuscular foi o primeiro a tirá-lo do jejum XVIII. Não é para as maiores fardas do Parque Nacional da Fiordlândia, listado como Patrimônio da Humanidade. Repleto de cachoeiras que deslizam por pescadores, o lugar é de focas, pinguins e outras aves marinhas, além de baleias e golfinhos que nadam pelas águas que o circundam.

 

No extremo sul do país, a ilha é um segredo do ecoturismo com as praias douradas, baías e as montanhas arborizadas, criando um paraíso para trilhas.

Rússia

1540758905895088 86572033 21540759173368533 cc yen marina 3975 2
Fotos: Divulgação

O diferenciar nesse país está em nenhum lugar leste, que traz áreas isoladas de repletas de natureza. Na península de Kamchatka, dotada de várias praias para o Oceano Pacífico, destaca-se uma baía de Russkaya, semelhante a um fiorde, que abriga colônias de leões marinhos e recebe visitas de orcas. Essas baleias também podem ser avistadas na ilha Chirpoy, que chama a atenção por suas praias de areia preta, vulcões fumegantes, verdes planalto, além de sua grande variedade de aves marinhas.

 

As localidades visitadas contam com as comunidades diferenciadas, climas e paisagens silenciados para os passeios mais ousados. E os navios mais flexos costumam oferecer, além de oportunidades para caminhadas, ciclismo, caiaque, mergulho e mergulho, passeios de helicóptero, submersíveis e em barcos Zodiac. Precisa de algum outro motivo para embarcar?

* Juliana Schmidt é diretora de vendas e marketing da Crystal Cruises na América Latina, Caribe e Bermuda. Tem formação em Turismo pela PUC / RS.

posts relacionados

posts recomendados