Cabelereiros dão dicas para valorizar cabelos naturais
Beleza

Cabelereiros dão dicas para valorizar cabelos naturais

Mais do que uma tendência, assumir seus cabelos como eles vieram ao mundo é uma questão de abraçar seu próprio DNA – literalmente.
Reading time 2 minutes

Já notou a quantidade de mulheres abandonando químicas pesadas e ostentando madeixas naturais? Fios sem alisamentos ou descolorantes têm pipocado nas passarelas e ruas mundo afora, dando a chancela que faltava para quem já pensava em substituir químicas invasivas por tratamentos de reparação e hidratação. “As pessoas começaram a ter mais referências da vida real, com tanta informação na internet”, diz Evandro Angelo, do salão C.Kamura, sobre o surgimento de novos padrões de influência. A expert Cris Dios, do Laces and Hair, acredita que a valorização da beleza natural é um movimento global. “Estamos aprendendo a respeitar e a achar bela a natureza de cada um, seja no respeito por corpos com mais curvas, seja no cabelo mais ondulado ou crespo”.

Evandro elenca outros benefícios: “A principal vantagem é ficar livre do retoque. Mas a naturalidade também precisa de cuidado. O cacheado, para ficar bonito, tem que ter brilho e maciez, e um produto para revelar a beleza que já está lá”, explica. Diferente das químicas, que têm ação imediata, os tratamentos só dão resultado a longo prazo: “As máscaras revitalizantes têm a função de hidratar e recuperar os fios, o que reduz o frizz, mas o retorno só aparece com o uso contínuo e frequente”, diz Cris.

Uma das maiores dificuldades para assumir os cabelos naturais é se livrar das químicas anteriores, num processo que é conhecido como transição capilar. Durante esse período, o cabelo pode ficar com texturas e cores diferentes ao longo do comprimento. “A fase de transição exige paciência e dedicação”, diz Cris. “O tratamento mais indicado nesses casos é o bordado, que elimina as pontas duplas do comprimento”.

Guia de compras

posts relacionados

posts recomendados