Beleza

Como evitar a queda de cabelo no inverno?

Confira 4 dicas preciosas para evitar perder dos fios na estação

Com a chegada do inverno, pele e cabelos tendem a ficarem ressecados e sofrerem com a mudança de temperatura. Muitas pessoas notam também a piora da queda dos fios nas estações de outono e inverno, justamente pelo aumento de alguns hábitos comuns nestes meses mais frios. 

 

Segundo a Dra. Mayara Bravo, dermatologista da All Clinik do Rio de Janeiro, há um aumento de pacientes no consultório se queixando de queda de cabelo no inverno. Ela nos dá então 4 dicas para evitar o agravamento deste quadro. Confira: 
 

tumblr-tumblr-mq5eoang6c1qljft7o1-1280.jpg
(Foto: L'Officiel Paris)
1. Banhos com água quente

No inverno tendemos a tomar banho com água quente que retira a oleosidade natural do couro cabeludo provocando um efeito rebote com a produção ainda maior de sebo. Nessa época do ano, é comum a piora da dermatite seborreica, que gera uma inflamação que contribui com a queda.

2. Uso de secadores

Nessa época também tendemos a usar mais secadores para não ficarmos com cabelos molhados. O uso excessivo desses dispositivos leva a um dano térmico da haste capilar (ou fio) conhecido como "Bubble hair". Nesses casos, a alta temperatura vaporiza a água das hastes capilares ("fios de cabelo"), expandindo espaços naturais de ar na sua estrutura interna, formando um aspecto semelhante à esponja. Assim, os cabelos mais frágeis tornam-se quebradiços, piorando a queda.

É importante lembrar que esse efeito é mais comum com secadores e piastras, que chegam a 175C, mas, aparelhos que atingem menor temperatura porém em tempo prolongado de exposição da mecha também podem causar esses danos, como no caso do baby liss.

3. Uso de shampoo a seco

Nas estações de temperatura mais amenas, é comum o maior uso de shampoos a seco, que geram resíduos no couro cabeludo, impedindo a boa oxigenação da pele nessa região. É importante evitar o uso indiscriminado  desses produtos e realizar tratamentos de detox capilar para garantir maior higienização e saúde do couro e dos fios. 

4. Fisiologia

Ainda, é importante salientar que no outono há uma tendência natural (fisiológica) de maior queda dos fios. Portanto, uma consulta com o dermatologista é fundamental para diagnosticar qual o tipo de queda em questão e  os possíveis fatores associados, para um melhor resultado terapêutico.

posts relacionados

posts recomendados