Beleza

Comprar maquiagem usada é seguro? Conheça o riscos!

Esses produtos podem estar contaminados
Reading time 3 minutes
Foto: reprodução/instagram @kaiagerber

Você sabia que há uma demanda por produtos de beleza usados? Conforme relatado pelo "Business of Fashion", a tendência é grande especialmente entre os millennials. Nos EUA, existem comunidades on-line como a Glambot, a Poshmark e a MUABS, nas quais seus membros podem vender ou comprar produtos de beleza por uma um valor muito menor. Aqui no Brasil, sites como Enjoei, OLX e Mercadolivre tem seções exclusivas para produtos de beleza usados. 

Mas cuidado, já que você precisa saber a qualidade do produto que está comprando. Os perigos surgem na forma de infecções por contaminação, bacterianas e virais, que podem causar foliculite (uma infecção do folículo piloso), impetigo (uma infecção da pele) e um crescimento excessivo de leveduras (infecções fúngicas). A conjuntivite pode ser contraída a partir de produtos contaminados, como rímel, delineador e cílios falsos; o vírus do herpes a partir de brilho labial, batons ou delineadores labiais (o vírus pode sobreviver em uma superfície seca inanimada por até oito semanas). E o resultado mais assustador de tudo isso é a possibilidade de viver com uma doença incurável ou cicatrizes permanentes.

 

 

Os produtos mais seguros são geralmente pós ou produtos que vêm em um tubo com uma pequena abertura como primers ou uma bomba como líquido. Fique longe de frascos abertos e produtos cremosos. E nunca compre máscaras, delineadores e brilho labial - uma vez que o aplicador está contaminado, todo o tubo fica comprometido. Outras medidas incluem cortar a ponta dos batons e borrifar álcool para tentar higienizar os produtos. 

 

 

A geração Z é mais ambientalmente consciente e eles se preocupam com a reutilização ao invés de jogar esses produtos. Mas em algum momento, isso cruza uma linha e pode se tornar perigoso: você tem que ser inteligente e não fazer a suposição de que esses produtos estão em perfeito estado. Lembrando que não incentivamos a prática de comprar produtos de beleza usados, isso pode ser potencialmente perigoso para sua saúde.

 

 

 

Tags

posts relacionados

posts recomendados