Cultura

Do namoro ao casamento: qual o tempo médio que as pessoas levam até subir ao altar?

Estudos apontam que a nossa geração está levando mais tempo - apesar do experimento do seriado da Netflix
Reading time 2 minutes

Com o boom do reality show da Netflix “Love is Blind”, em que casais que nunca se viram na vida tem menos de 40 dias para se conhecerem às cegas e se casarem, as discussões sobre o tema nunca estiveram tão quentes. Afinal, em tempos de aplicativos de namoro como o Tinder, as relações modernas hoje em dia estão cada vez mais rápidas e superficiais, e encontrar o “amor verdadeiro” pode levar tempos diferentes para as mais diversas pessoas.

 

Quando se trata de se apaixonar, namorar e enfim casar, não existe regra, mas há uma média em que os casais de hoje, segundo um estudo, estão investindo mais tempo para se conhecer e menos em aneis de diamantes.

1582934609912201 love is blind netflix
Cena de "Love is Blind", seriado da Netflix (Foto: Reproducão/Netflix)

Quanto tempo até o momento do “sim”? 

Em 2017, o Bridebook, um popular site de planejamento de casamentos, realizou uma pesquisa com 4.000 pessoas que revelou que, em média, um casal médio 4,9 anos em um relacionamento antes de se casar.

 

Essa meia década se divide em 1,4 anos (17 meses) de namoro antes de morarem juntos, 1,83 anos (22 meses) morando juntos antes de um noivado oficial, passando mais 1,67 anos (20 meses) noivos antes de se casar. 

1582934697104371 mari lezhava egz7w1zhybu unsplash
(Foto: Unsplash)

O mesmo estudo apontou que as pessoas estão casando mais tarde do que a geração anterior. Noivas tem, em média, 30,8 anos e noivos 32,7 anos, em comparação com 22,6 e 24,6 anos em 1971, respectivamente.

 

O estudo também mostra que, nesse período de espera de quase 5 anos, também é reflexo de que os casais de hoje esperam uma melhoria na sua situação financeira antes de decidirem se casar, algo que não era tão importante na geração anterior. 

1582934710558096 nathan dumlao edulzpoksue unsplash
(Foto: Unsplash)

A fundadora do Bridebook disse, na ocasião, que se os casais estão gastando mais tempo se conhecendo antes de se comprometerem ao “felizes para sempre”, as taxas de divórcio podem ser menores também no futuro. 

1582934715918759 daniel j schwarz yty724tdl7y unsplash
(Foto: Unsplash)
1582934720396255 elahe motamedi wvviododlf8 unsplash
(Foto: Unsplash)

Tags

casamento

posts relacionados

posts recomendados