Cultura

Moda x Arte: 6 exposições em cartaz que você não pode perder

por Ana Luísa Torres
12.12.2017
Viagem marcada para Paris, Londres ou Nova Iorque? Não deixe de conferir as mais incensadas exposições que exploram a justaposição entre moda e arte.

Paris

IRVING PENN

A grande retrospectiva da produção de um dos grandes fotógrafos do século XX é inspiradora. Dentre os trabalhos, imagens e editoriais icônicos produzidos para a revista Vogue americana, onde Irving Penn foi colaborador de 1947 a 1951. Além da fotografia de moda, seus retratos de personagens celebres e anônimos são destaque.

Em cartaz até 29/1/2018

Grand Palais, Paris

CHRISTIAN DIOR, COUTURIER DU RÊVE

Em homenagem ao aniversario de 70 anos da fundação da Maison, a mostra tem atmosfera de sonho, como sugere o nome. Reúne peças criadas por todos os estilistas que a comandaram: Monsieur Dior, Yves Saint Laurent, Marc Bohan, Gianfranco Ferré, John Galliano, Raf Simons e a atual diretora criativa, Maria Grazia Chiuri. Entre croquis, documentos, acessórios e mais de 300 vestidos de alta-costura, revela-se o grandioso patrimônio da Maison explorado por diferentes olhares e abordagens.  

Em cartaz até 7/1/2018 

Musée des Arts décoratifs, Paris

LONDRES

DIANA, HER FASHION STORY

A evolução do estilo da princesa Diana é o fio condutor da exposição, que exibe desde os românticos modelos usados em suas primeiras aparições públicas até peças icônicas como o vestido de veludo azul-marinho que usou ao dançar com John Travolta na Casa Branca.

Em cartaz até 28/2/2018

Kensington Palace, Londres

BALENCIAGA, SHAPING FASHION

A mostra examina o trabalho e legado de Cristóbal Balenciaga, couturier que foi imortalizado por sua habilidade singular de compor volume e forma. Mais de 100 peças em exposição recontam o legado deixado por Balenciaga e os estilistas que o sucederam na casa, seguindo sua tradição em inovar e surpreender.

Em cartaz até 18/2/2018

Victoria and Albert Museum, Londres
 

NOVA YORK

VOLEZ, VOGUEZ, VOYAGEZ - LOUIS VUITTON

Com curadoria de Olivier Saillard, um dos mais respeitados historiadores de arte, a exposição reconta a trajetória Louis Vuitton desde sua fundação em 1854. Destaque para icônico baú da marca e suas engenhosas edições especiais, que ajuda a recontar a jornada da Maison.

O último ambiente da exposição é dedicado aos laços da casa com os Estados Unidos e revela célebres vestidos usados nos red carpets americanos por amigas da marca.

Em cartaz até 7/1/2018

American Stock Exchange Building

ITEMS: IS FASHION MODERN?

Peças e acessórios que tiveram impacto no consumo de moda durante os dois últimos séculos são gancho para a reflexão sobre o valor que atribuímos a esses itens.

O destaque é para os objetos, e não para os estilistas, e a mostra considera a relação entre moda e funcionalidade, cultura, estética, política, identidade, economia e tecnologia.

Em cartaz até 28/1/2018 

MoMA, Nova Iorque

compartilhar

posts relacionados

posts recomendados