Fashion Week

Dior Fall 2019: Maria Grazia Chiuri homenageia as Teddy Girls dos anos 50

Todos os detalhes do desfile da maison francesa
Reading time 2 minutes

No coração de Paris, o Museu Rodin foi transformado em um cenário feminista por Maria Grazia Chiuri, diretora criativa da Dior, que apresentou a coleção de Fall 2019 da maison francesa nesta terça-feira, 26.02. Um dos eventos mais aguardados desta estreia da Semana de Moda de Paris foi um verdadeiro espetáculo.

A seguir, os detalhes imperdíveis do show:

1551211347937221 1551199586245690 gettyimages 1127587304 2
(Foto: Reprodução/L'Officiel Bélgica)

O CENÁRIO

Um mês depois da tenda do circo, um espaço diferente dominou os jardins do Museu Rodin. A décor foi pensada pela artista feminista Bianca Pucciarelli Menna, também conhecida como Tomaso Binga (seu pseudônimo, masculino, ridiculariza os privilégios concedidos aos homens).

As paredes do lugar foram assim transformadas em um alfabeto gigante, cada uma das quais representada por um corpo nu feminino. Um símbolo, mais uma vez destacando a mudança feminista iniciada por Maria Grazia Chiuri desde sua nomeação à frente da casa da Avenue Montaigne.

1551211641778598 52437080 2477351488960729 1540739708195897223 n
(Foto: Reprodução/Instagram @dior)
1551211646500454 52165304 340820696534100 2798594328321235344 n1551211646371889 52938352 2251560894864415 3423418454276380750 n
(Foto: Reprodução/Instagram @dior)

A INSPIRAÇÃO

Depois de maio de 1968 e da revolução feminista que se seguiu, Maria Grazia Chiuri nos fez viajar para a década de 1950. Movida pela figura de Christian Dior e pelo ideal do New Look, bem como pelas revoluções que aconteciam pelo mundo, a diretora artística se inspirou nas Teddy Girls, mulheres da tribo Teddy Boys, uma das primeiras subculturas inglesas.

Jaquetas de colarinho de veludo estilo eduardiano masculino, saias soltas, jeans, jaquetas e botas de couro preto. O vermelho militante apareceu no tartan e em vestidos desejo.

1551211989659208 1551199725927155  fre05371551211989646459 1551199726002409  fre1418
(Foto: Divulgação)

A SILHUETA

A camiseta "Sisterhood Is Global” já é hit no Instagram e foi usada na primeira fila pela modelo Karlie Kloss. Refere-se à antologia de escritos feministas de mesmo nome, publicada nos Estados Unidos na década de 1970, sob a liderança de Robin Morgan. Lembre-se que, gostando de roupas militantes, Maria Grazia Chiuri assimila o "senso de estilo" a um primeiro gesto político. Para escolher ou não escolher, essa é a questão.

Clique na galeria para ver mais looks:

/
Dior Outono-Inverno 2019-2020 Show

posts relacionados

posts recomendados