Hommes

Morre Florian Schneider, pioneiro da música eletrônica, aos 73 anos

O alemão, que cantava com voz robótica, era habilidoso com os instrumentos e tocava sintetizador, vocoder, flauta e sax.
Reading time 2 minutes

Foi confirmado nesta quarta-feira (6/5) a morte de Florian Schneider, que ao lado do amigo Ralf Hutter fundou em 1970 o grupo Kraftwerk. O músico revolucionou no uso de equipamentos eletrônicos e foi reconhecido mundialmente como pioneiro na música eletrônica. Além disso, Florian influenciou com suas experimentações musicais gêneros como o hip-hop, synthpop e o rock.

O alemão, que cantava com voz robótica, era habilidoso com os instrumentos e tocava sintetizador, vocoder, flauta e sax. O grupo foi homenageado com o prêmio pelo conjunto da obra em 2014 e ganhou o Grammy de melhor álbum de eletrônico em 2017. Ao todo foram 10 álbuns lançados, com destaque especial para o sucesso de 1974: "Autobahn", que alcançou o 5 ° lugar na parada americana. 

O grupo anunciou que embarcaria em uma turnê pelos Estados Unidos para comemorar os 5o anos de aniversário do grupo e estavam se programando para fazer suas famosas apresentações visuais em 3D, fundindo música e robótica. Porém, os shows comemorativos precisaram ser cancelados por conta da pandemia mundial do novo coronavírus. Florian Schneider tinha 73 anos de idade e a causa da morte não foi divulgada.

Tags

tecnologia
art
music

posts relacionados

posts recomendados