Hommes

Seguranças da Rainha são presos por participarem de festa clandestina e porte de drogas

Clima tenso na segurança da família real britânica
Reading time 2 minutes

Um dos seguranças da rainha Elizabeth II foi detido no Palácio de St. James, em Londres, por suspeita de porte ilegal de drogas. A Polícia Militar Real deteve o soldado após encontrar pequenas porções de pó branco em um banheiro do local onde ele fazia ronda. O Palácio de St James é a residência oficial das princesas Ana e Alexandra de Kent.

 

A suspeita é que o "pó branco", dividido em nove saquinhos, seja de cocaína e de ketamina, um sedativo para cavalos que induz a um estado de transe. Sobre a tensa questão, um porta-voz do Exército confirmou a prisão mas disse que seria inapropriado dar mais detalhes no momento.  

Recentemente, a Rainha também teve outro problema com treze guardas que foram condenados a prisão por participarem de uma festa em plena pandemia. Os militares envolvidos pertencem ao The Welsh Guards, que protegem a rainha e participam de eventos cerimoniais. Inclusive, um dos soldados presos esteve com a monarca e participou  do seu desfile de aniversário no palácio de Windsor.

Os guardas estavam cientes que não poderiam violar as regras de distanciamento social durante todo o período da pandemia e por isso a justiça militar determinou, além da prisão por 14 dias na penitenciária das Forças Armadas, que o salário dos condenados seja reduzido em 50%  enquanto estiverem detidos.

Tags

royals
familia-real

posts relacionados

posts recomendados