Moda

A nova moda do Cerrado

Conheça três estilistas que estão mudando o cenário da moda em Brasília
Reading time 14 minutes

Começa a nascer, na Capital Federal, um movimento de identidade de moda com estilistas que moram na cidade, como nunca visto antes. Brasília sempre consumiu muita moda festa, mas poucos eram os que a produziam lá mesmo, no cerrado. No cenário atual, despontam talentos que estão mudando o rumo desse história. Amanda Guerra, Lucila Pena e Priscila França são três designer que fazem parte dessa nova onda. Conheça um pouco mais sobre elas:

Amanda Guerra

Advogada de formação, Amanda descobriu que a moda era sua verdadeira paixão. Resolveu voltar a estudar e, após concluir o curso de Design de Moda no Brasil, especializou-se em Bridal Design no Instituto Marangoni de Paris. Voltou para Brasília e abriu seu atelier focada em noivas e vestidos de festa. Desenvolveu sua marca hoje chamada Mandié.


Amanda é uma estilista criativa, cuidadosa e, principalmente, muito detalhista. Renda francesa, zibeline, gazar e organza de seda pura são os tecidos que ela mais gosta de trabalhar. “Procuro elaborar peças autênticas, com um toque clássico e moderno ao mesmo tempo”, afirma.
Apesar de suas coleções serem inspiradas em algum momento que esteja vivenciando, Amanda procura trazer para seus vestidos o cuidado em diversificar, preocupa-se, principalmente, em desenvolver modelos para cada tipo de corpo, tipos de cerimônia, horários e locais.

 

Lucila Pena

A também advogada Lucila Pena iniciou sua marca homônima em 2017. Adepta ao estilo descomplicado, com um toque retro rocker-chic, sentia falta de peças que permeassem esse universo. Nascia, então, a marca brasiliense de moda feminina, conceitual e slow fashion, LucilaPena.

Em meio a tecidos nobres, as peças são feitas de maneira artesanal, valorizando o movimento do lowsumerism que procura evitar o desperdício e propor um consumo mais consciente, focado na aquisição de peças de qualidade, capazes de perdurar no tempo. “Tudo é feito com muito cuidado, paixão e respeito, para que a mulher se sinta única”, diz Lucila. Contemporânea, romântica, inovadora e progressiva, a estilista aposta  em uma abordagem totalmente moderna de uma moda com ar de nostalgia.     

Priscilla França

Já a estilista brasiliense Priscilla França completa cinco anos de mercado à frente da marca que leva seu nome. Suas peças priorizam design e conforto em uma roupa que não tem prazo de validade.  Os vestidos monocromáticos, longos e fluidos, com foco especial para a seda pura, são o principal produto da marca. Minimalistas, com formas e volumes amplos, as peças apresentam decotes e recortes. 


“Gosto de colocar a mão na massa e participo de todo o processo: pesquisa e desenvolvimento. Desde a escolha das cores, matéria-prima, modelagem, supervisão da costura, ajustes...” diz Priscilla, que atualmente vive em São Paulo. Ela ainda completa: “Fazer algo 'simples' requer muito mais atenção aos detalhes.”

posts relacionados

posts recomendados