Moda

Como Jacquemus se tornou o maior designer dos tempos de redes sociais

Qual o segredo do fenômeno?
Reading time 3 minutes

Já se tornou impossível negar: Jacquemus dominou as redes sociais. As criações do jovem designer estão em todo lugar - seja um look com o seu chapéu de palha imenso, ou uma foto de detalhe com a sua bolsa Le Chiquito, que ganhou uma versão miniatura tão divertida e fashionista que viralizou nas contas de Instagram mais famosas do momento. Mas como ele se tornou o maior designer dessa era online?

 

A resposta é simples: ele entendeu o poder das redes sociais. Um exemplo disso é que o francês admitiu que sua equipe não acreditava na possibilidade de vender seus extravagantes chapéus, “minha equipe disse: 'Simon, ninguém vai usar esses chapéus enormes, vamos fazer só alguns'. Vendemos centenas”. Mas ele explicou esse fenômeno: “Se for bonito no Instagram, ele será vendido. Este é apenas o mundo que vivemos” contou o designer para a W.

O designer tem apostado nessa ideia e, temos que admitir, ele está certo. Seu desfile mais comentado até o momento teve a locação mais Instagramável que poderíamos imaginar, os campos de lavanda da Provença. Ele ainda deu um efeito fashionista com uma passarela rosa que rendeu boas aparições nos feeds de influenciadoras. 

 

Tudo isso ainda se une ao fato dele ter aberto o Citron, um café de estilo fresco e cítrico, localizado na nova Galerie Lafayette. O espaço possui mesas de madeira, vasos em tonalidade terracota e um menu mediterrâneo. Jacquemus também abriu recentemente seu segundo empreendimento no ramo, o restaurante Oursin, que foi inaugurado durante a Paris Fashion Week e é outro espaço perfeito para boas fotos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

posts relacionados

posts recomendados