Moda

Como valorizar o formato do seu corpo na hora de escolher um look?

Uma estilista e uma consultora de moda se unem para revelar os segredos.
Reading time 5 minutes

Não basta escolher uma roupa que esteja na moda e cada vez mais as mulheres sabem disso. Para se valorizar e sentir bem é preciso muito mais do que isso e passa por escolher as opções de peças e looks mais adequados ao formato de um corpo, bem como equilibrar proporções.

Sobre o assunto, quem comenta e ensina seus truques são as cariocas Patricia Geyer, consultora de moda, e Julia Golldenzon, estilista. 

Julia conta que além de muita inspiração, pesquisa, tecidos e cores, elementos principais de seu trabalho, é fundamental criar uma grade de looks mais democrática possível, valorizando todos os formatos de corpo e destacando o que cada mulher tem de mais bonito. O importante é valorizar e contribuir para a beleza de cada mulher, pensando na individualidade de cada biotipo e estilo. "Decotes mais profundos e modelagens mais leves e fluidas, por exemplo, ficam bem em que tem os ombros mais largos que os quadris." Conta Julia.

Pensar no biotipo na hora de escolher comprar uma roupa não tem a ver com atender o velho (e datado) padrão de beleza ou com questões relacionadas ao peso, mas sim usar a moda a favor do seu corpo - e não o contrário, adequando seu corpo ao que está na moda.

Para reforçar a importância de conhecer melhor o próprio corpo na hora de compor um look, a estilista convidou a consultora para uma palestra sobre o tema e, para o site da L'Officiel, Patricia lista dicas para a valorização dos seus cinco formatos mais comuns. "A nossa imagem é o primeiro contato que temos com o outro. É através dela que iremos nos expressar, e contar um pouco de quem somos." diz Patricia.

 

Ampulheta: Quadris e ombros alinhados. A cintura é a menor circunferência. "Destaque a cintura, seu ponto forte, com peça acinturadas, vestidos que marquem esta parte do corpo, e capriche no uso dos cintos sobre vestidos e calças."

- Triângulo: A medida dos quadris é maior que a dos ombros. Seios pequenos e médios. Cintura fina e culote. É o físico típico mais comum entre as brasileiras. "Para equilibrar a proporção, valorize a parte superior do corpo, destacando o tronco e o colo com colares, peças com textura, estampa, cores claras e vivas, além dos acessórios de cabeça."

1554829513185014 ampulheta
Exemplo: Vestido da nova coleção de Julia adequado ao corpo chamado "Ampulheta".

- Triângulo invertido: Ombros e costas bem mais largos que os quadris. Cintura e pernas finas. "Também pensando no equilíbrio de proporções, suavize a parte de cima do corpo e valoriza pernas e quadris. Use peças com caimento suave e leve acima da cintura. Decotes profundos também valorizam este tipo físico, bem como estampa e brilho na parte de baixo. Blusas e vestidos com mangas volumosas também funcionam para este formato de corpo."

Retângulo: Ombros, quadris e cintura da mesma medida. As pernas costumas ser mais finas e o tronco mais curto. "Crie ilusão de cintura. Como? Vista peças com pences, sobreposição com cores diferentes, peplum, vestidos drapeados com linhas convergentes, wrap dress, ombreiras, ou seja, elementos que vão dar a sensação de que a cintura é mais fina."

- Oval: Tem silhueta arredondada, principalmente na linha da cintura. Costas, seios e braços são volumosos. "Visualmente, alongar e diminuir a silhueta, criando cintura acima da barriga, mostre mais o colo (decote V) e o pescoço."

1554830019585257 ampulheta e retangulo
Exemplo: Vestido da nova coleção de Julia adequado ao corpo chamado "Ampulheta e Retângulo".

posts relacionados

posts recomendados