Moda

Estilo na neve

Vai passar férias em Aspen, Vail ou Courchevel? Então fique de olho na nova coleção de roupas de esqui da Moncler, cuja proposta é unir o máximo desempenho com conforto e qualidade estética

Nascido da necessidade de satisfazer exigências opostas, o vestuário técnico de esqui representa uma espécie de paradoxo criativo: deve ser quente, mas leve; arejado, mas capaz de proteger o corpo do vento e dos agentes externos; bom para competição, mas adaptado para os apaixonados que praticam o esporte como hobby. A esse duplo desafio, a Moncler, com sua nova coleção, a Grenoble High Performance, acrescentou mais um elemento: obter o máximo desempenho, mantendo o conforto e a qualidade estética. Não são apenas as condições climáticas e a liberdade de movimento que inspiraram o novo capítulo da longa relação entre a Moncler e a neve. A marca levou em conta também os fatores inovação, funcionalidade e design. Projetada para os amantes dos esportes radicais, as peças têm costuras soldadas, excelente isolamento térmico e, ao mesmo tempo, tecidos que “respiram”, impermeabilidade com coluna de água de 10.000 mm (padrão que mede a pressão que a água deve exercer sobre o tecido antes de penetrá-lo – quanto maior, mais à prova de água é), proteção antivento e, importante para quem gosta de esquiar horas nas montanhas, localizador GPS para usar em caso de emergência.

Tudo isso mantendo uma estética 
contemporânea, possível para homens e mulheres. A prática do esqui de alto nível tem levado a francesa Moncler a criar colaborações com parceiros de excelência em esportes de inverno, estudadas durante meses antes de serem lançadas. Em novembro estarão disponíveis os esquis em edição limitada, criados em parceria com a Zai, empresa de Disentis, uma pequena comuna da Suíça, especializada em itens artesanais de qualidade excepcional. Numerados e montados inteiramente à mão por artesãos especializados, os esquis Zai & Moncler Grenoble são feitos com materiais e componentes inovadores, como a mistura de carbono, aço, alumínio, termoplásticos e borracha, capazes de torções incríveis e estabilidade. E tudo isso unido à visão estética inconfundível da Moncler. Para colocar à prova a promessa de um desempenho fora do comum, uma roupa especial da Moncler Grenoble High Perfomance foi disponibilizada para o explorador italiano Michele Pontrandolfo, que, no mês de novembro, iniciou a travessia do Polo Sul, tendo que lidar com até 50° C negativos. Para enfrentar a neve com estilo, conforto e aquecimento, também usarão jaquetas e trajes de esqui especialmente desenhados pela grife os cerca de 1300 instrutores das escolas e clubes dos Alpes suíços, franceses e austríacos. 

1.jpg
2.jpg
3.jpg

posts relacionados

posts recomendados