Moda

Quais são as grandes marcas de moda fechando e declarando falência durante a crise?

Uma lista atualizada das grifes internacionais que estão servindo como termômetro da crise na indústria do varejo de moda
Reading time 4 minutes
(Foto: Reprodução/Instagram @jcrew)

Já não há mais dúvidas de que a pandemia trouxe um grande impacto financeiro ao ramo da moda, com a necessidade de deixar lojas físicas fechadas por muito tempo. Com crise financeira cada vez mais intensa, diversas empresas têm mostrado dificuldade em se sustentar durante este novo panorama mundial.

 

Muitas delas, no entanto, já estavam mostrando dificuldades em se modernizar e criar modelos de negócios que priorizassem a compra online, o que tornou 2019 um ano em que grandes nomes, como a Barneys, tiveram que pedir ajuda financeira contra a falência total. Daí que 2020 agravou a situação e, até então, já temos uma grande lista de marcas - principalmente americanas - fechando lojas, acumulando dívidas e entrando com pedidos de ajuda contra falência. Reunimos elas a seguir: 

 

J. Crew

A empresa, fundada em 1992, entrou com o pedido contra falência do capítulo 11 da Lei de Falências Americana – conhecido como “Pedido de Recuperação Judicial” no Brasil. De acordo com o CEO da marca, Jan Singer, o objetivo é “transformar nossos negócios com o objetivo de impulsioná-los a longo prazo”.

 

Neiman Marcus

Assim como a J. Crew, a Neiman Marcus entrou com o pedido contra falência do capítulo 11 como uma forma de se reestruturar. A empresa parece estar com grandes problemas financeiros, possuindo uma dívida de US$ 4,8 bilhões.

 

Victoria's Secret

A L Brands, empresa que detém a Victoria's Secret, afirmou em maio que tem planos de fechar permanentemente 251 lojas no Canadá e Estados Unidos até o fim de 2020. 

John Varvatos

A grife ainda tem planos de voltar com tudo, mas por enquanto entrou com pedido contra falência. 

 

JC Penney

A JC Penney também está em busca de se reestruturar e abrir as portas novamente. A empresa entrou com pedido contra falência do capítulo 11.

 

Nordstrom Inc.

A empresa anunciou que fechará permanentemente 16 de suas lojas de departamento por conta do impacto da pandemia.

Jeffrey

A boutique, comandada pela Nordstrom Inc, teve suas três lojas fechadas.

 

True Religion

Esta é a segunda vez em três anos que a empresa americana declara falência.

 

Bldwn

A marca americana sofreu grandes impactos durante a pandemia. Agora, ela resolveu fechar as portas de vez.

 

The Modist

A The Modist também sofreu as consequências da crise global, fechando seu e-commerce permanentemente. Em seu website eles deixaram um comunicado, explicando que “a crise global que atingiu o mundo deixou nossos jovens negócios vulneráveis, sem opção a não ser deixar de operar”.

 

Tags

marca

posts relacionados

posts recomendados