Moda

Semana de moda de Paris sofre mudanças por causa de protestos

Manifestações dos chamados "Coletes Amarelos" estão previstas para acontecer durante a Men's Fashion Week
Reading time 3 minutes
(Foto: Reprodução/Instagram @balmain)

As últimas grandes manifestações que acontecem em Paris estão afetando até mesmo o mundo da moda. A Dior acaba de confirmar que o seu show durante a Semana de Moda Masculina (que acontece entre o dia 15.01 e 20.01) foi reagendado. 


A maison anunciou a notícia para os convidados via e-mail, marcando o novo desfile para o sábado, 19, com local ainda desconhecido. O motivo é que um comício dos “Coletes Amarelos” está agendado para o dia 18, antiga data da apresentação da grife. 

 

Com a mudança, a Comme Des Garçons e a Balmain Homme também tiveram que adaptar seus horários para que o schedule seja respeitado. 


Acredita-se que os coletes amarelos sejam responsáveis pela queda de 20% a 40% no volume de negócios no comércio varejista e na diminuição do número de pessoas nas lojas nos últimos meses. Seu impacto teria um efeito "severo e contínuo", segundo o ministro da Economia da França, Bruno Le Maire.


O dano material causado pelos manifestantes é caro para conserto nas lojas dos bairros de Paris. Em dezembro, onze lojas foram saqueadas, entre elas a Givenchy e a Chanel, com valores da ordem de vários milhares de euros.

 

A capital do luxo e da moda está pagando caro. Isso prejudica sua reputação também. Mario Ortelli , sócio-gerente da Ortelli & Co (consultor de artigos de luxo), disse: "Você não quer andar com sua bolsa Hermès quando houver um protesto violento acontecendo".


Pelo menos tudo isso não foi suficiente para desencorajar os fashionistas. A fashion week masculina terá lugar apesar das revoltas, assim como a aguardada Semana de Alta-Costura, que acontece na cidade logo em seguida. Como Elsa Schiaparelli disse, "em tempos difíceis, a moda é sempre extravagante". 

 

 

posts relacionados

posts recomendados