Moda

Sob nova direção! Após diversas polêmicas, Victoria’s Secret é vendida por U$1,1 bilhão

O CEO e fundador da L. Brands, Leslie Wexner, deixará o seu cargo
Reading time 2 minutes
Foto: Reprodução/ Instagram @kendalljenner

Seria um recomeço para a Victoria’s Secrets ou uma grande demonstração de sua queda? Após passar por quase um ano e meio em uma série de polêmicas que envolvia a falta de inclusividade no casting de modelos e assédio às angels, a marca acabou sendo vendida, por U$1,1 bilhão, para um fundo de investimento. Neste novo arranjo a Sycamore Partners comprou 55% da empresa, e os outros 45% permanecerão sendo da L Brands.

1582399902013031 jasmine 2
Foto: Reprodução/ Instagram @jastookes

Mas essa não é a única novidade para a grife! Leslie Wexner, CEO e fundador da L Brands, irá renunciar o seu cargo. O empresário é o nome por trás de diversos dos problemas em que a empresa se envolveu, como a sua entrevista em 2018 em que ele dizia que não iria colocar transexuais nem modelos plus size no desfile da grife, porque não combinaria com a marca.

 

Além disso, Leslie possui conexões com o empresário Jeffrey Epstein, acusado por tráfico e condenado por abuso sexual e que se passava por recrutador da Victoria’s Secrets para assediar modelos. 

1582399941522988 gigi hadid
Foto: Reprodução/ Instagram @gigihadid

Outro grande problema da marca está envolvido com o braço direito de Wexner, Ed Razek, que foi acusado de também assediar diversas modelos da marca, inclusive Bella Hadid.

1582399956985439 elsa hosk
Foto: Reprodução/ Instagram @hoskelsa
1582399977806111 bella hadid
Foto: Reprodução/ Instagram @bellahadid
1582399995983753 jasmine
Foto: Reprodução/ Instagram @jastookes
1582400031479373 taylor
Foto: Reprodução/ Instagram @taylorhill
1582400053398913 gigi hadid 3
Foto: Reprodução/ Instagram @gigihadid

Tags

posts relacionados

posts recomendados