Noite

Por dentro do baile de máscaras surrealista da Dior

Inspirado pelo movimento surrealista, o extravagante baile após a festa de Dior foi nada simplista.
Reading time 2 minutes

Para o show de verão 2018 da alta-costura da Christian Dior, a diretora criativa Maria Grazia Chiuri se inspirou nos artistas surrealistas, como Leonor Fini, para dar forma aos vestidos preto e branco tatuar as modelos com frases temporárias. Veja tudo sobre o desfile clicando aqui.

 

Poucas horas depois do fabuloso show, que aconteceu no interior do Museu Rodin, o espaço transformou-se de passarela para a festa surrealista do baile de máscaras. A marca decorou um dos quartos principais com enormes esculturas de gesso suspensas em formatos de olhos, narizes, orelhas, bocas e torsos nus, como homenagem aos símbolos adorados pelos surrealistas. A fachada do museu teve uma instalação de som e vídeo projetada sobre ela - com um olho deslizando na forma de um pássaro.

 

Claro que havia uma série de celebridades lá: Bella Hadid, Winnie Harlow, Jeanne Damas e Alexa Chung foram apenas algumas que participaram. Ponto alto para Willow Smith, que fez uma incrível performance. Os convidados passaram a noite tirando selfies com uma fileira de guardas vestidos de peças de xadrez, artistas que usavam candelabros e cartas de cartas na cabeça, e bailarinas usando looks 3D imitando cartas de baralho. Aqueles que não trouxeram uma máscara para o baile não ficaram fora do dress code: era possível imprimir máscaras de Stephen Jones! 

 

Na galeria abaixo é possível ver tudo o que rolou e os looks dos convidados da noite. Confira passando para o lado:

 

posts relacionados

posts recomendados