Pop culture

Gigi Hadid posa com refugiados em Bangladesh. Seria a nova Angelina Jolie?

Gigi Hadid foi para Bangladesh conversar com mulheres e crianças no maior campo de refugiados do mundo
Reading time 2 minutes

A top mais badalada do momento, Gigi Hadid embarcou para o Cox's Bazaar, em Bangladesh, com a UNICEF na sexta-feira.

"Cox's Bazaar, é hoje o lar do maior campo de refugiados do mundo", explicou a modelo de 23 anos em um post para seus “stories” no Instagram, quando chegou ao acampamento vestindo um hijab.

Desde que chegou ao país do sul da Ásia, a modelo compartilhou fotos e vídeos de suas experiências.

A modelo se uniu à agência da ONU para chamar atenção para a situação no país - onde vivem mais de 1 milhão de refugiados. Com a temporada de monções no país, a situação se complica, com mais de 700 mil crianças correndo perigo de doenças, perder família e casa por conta de enchentes.

Gigi conversou com mulheres de várias idades dentro de uma das zonas 'Amigas da Mulher / Garota' no acampamento.

Elas discutiram suas histórias pessoais, dificuldades, o que gostam e beneficiam atualmente nos campos de refugiados, o que elas ainda precisam e o que esperam para o futuro.

Os refugiados que vivem no Cox's Bazaar são rohingyanos do estado de Rakhine, Mianmar, antigamente conhecido como Arakan, que fogem da nação desde 2015. No entanto, a crise cresceu exponencialmente ao longo do último ano.

Desde agosto de 2017, os rohingianos vêm fugindo para o sudeste do Bangladesh em massa, enquanto os militares de Mianmar aumentaram as operações militares na área.

 

posts relacionados

posts recomendados