Pop culture

Kendall Jenner deve pagar US$ 90.000 pelo processo do Fyre Festival

A modelo foi processada por conta da divulgação feita em seu Instagram, na qual ela ganhou US$ 275.000, e não revelou que era um patrocínio
Reading time 3 minutes
(Foto: Reprodução/Instagram @kendalljenner)

Em 2017, o Fyre Festival se tornou uma verdadeira polêmica no mundo inteiro. Com modelos adoradas divulgando o evento, uma propaganda de que seria um projeto de alto luxo ao som de bandas poderosas, a festa, sem dúvidas, parecia um sonho. 

 

Mas a realidade foi outra, colocando inclusive os convidados e fãs em situações complicadas, o que lhe rendeu até um documentário na Netflix. Agora, uma das influenciadoras que divulgaram o festival, Kendall Jenner, terá que pagar US$ 90.000 ao processo que corre na justiça americana contra o Fyre.

 

A modelo foi processada por conta da divulgação feita em seu Instagram, na qual ela ganhou US$ 275.000, e não revelou que era um patrocínio. De acordo com a Forbes, os documentos judiciais apontam que Kendall intencionalmente levou certos membros do público e compradores de ingressos a acreditar que Kanye se apresentaria no evento.

 

De acordo com o WWD, Jenner fechou o acordo depois de ter sido processada por Gregory Messer, que segundo a publicação está recuperando todo o dinheiro que credores perderam ao investir no festival.

 

Em entrevista para o New York Times, Kendall falou sobre o evento: "Faço o máximo de pesquisa possível, mas às vezes não tem muito o que fazer. Era um projeto inédito e você tem que acreditar que vai funcionar da maneira que as pessoas dizem. Você nunca sabe o que realmente vai acontecer.”

 

Vale ressaltar que, de acordo com a WWD, nomes como Emily Ratajkowski e Pusha T também estão sendo processados por conta do Fyre.

 

 

 

 

 

Fyre

Tags

posts relacionados

posts recomendados