Pop culture

Segredos de Melania Trump vem à tona com nova biografia não autorizada

A primeira-dama dos Estados Unidos não está nada contente com a novidade
Reading time 3 minutes
Foto: Getty Images

Durante seus três anos na Casa Branca, Melania Trump, parecia um robô: nem um cabelo fora do lugar, usando as melhores grifes, falando pouco e fazendo o que era esperado. Mas, como Mary Jordan detalha em seu novo livro, "The Art of Her Deal", essa primeira-dama também está tão disposta quanto o marido, Donald Trump, a quebrar as regras.

Segundo a biografia não autorizada, Melania é apenas a segunda primeira-dama e a única na história moderna a nascer fora dos Estados Unidos. Melania também tomou a decisão excepcional depois de se mudar para a Casa Branca para manter sua dupla cidadania com a Eslovênia, sua terra natal. E ela sabia que tipo de primeira-dama ela queria ser. “Eu seria muito tradicional. Como Betty Ford ou Jackie Kennedy. Eu o apoiaria ”, disse Melania Knauss a um entrevistador em 1999, quando seu namorado Donald Trump estava publicamente flertando com uma corrida presidencial.

 

A entrevista ocorreu apenas meses depois que Trump se divorciou de sua segunda esposa, Marla Maples, e mais de cinco anos antes de Melania se tornar esposa número três.

Desenterrar essa história levou anos, diz Jordan, seus relatórios frustrados pelas agressivas tentativas dos Trumps de apagar seu passado. Foram necessárias mais de 120 entrevistas em cinco países para que esse retrato surgisse - e ainda deixa muito por dizer.

Entre os segredos revelados, Jordan descreve os esforços bem-sucedidos de Melania para renegociar seu acordo pré-nupcial com o presidente Donald Trump após sua vitória nas eleições de 2016. O acordo original, segundo Jordan, não era muito bom e o foco da primeira-dama era "cuidar de Barron", o filho que ela compartilha com o presidente.

Enquanto sua imagem pública é de uma mulher distante, nos bastidores, Melania Trump não é apenas parte do círculo íntimo do presidente Trump, mas para algumas decisões importantes, ela foi sua conselheira mais influente. 

O livro ainda conta como Ivanka, filha de Trump, disputou com Melania a respeito de trocar o nome do escritório dedicado à primeira-dama para "First Family Office" (algo como "A Família do Presidente"). A mudança daria mais poder para Ivanka, mas Melania não quis ser deixada para trás e conseguiu bloquear suas intenções.

 

Tags

melania-trump

posts relacionados

posts recomendados