Presencie uma aurora boreal
Viagem

Presencie uma aurora boreal

Apresentamos uma seleção de refúgios com naturezas selvagens, culturas autênticas e experiências únicas para curtir a léguas de distância das hordas de turistas e dos destinos de sempre. Na matéria de hoje: Islândia
Reading time 2 minutes

São poucos os recantos da Terra de onde  é possível avistar o espetáculo da aurora boreal. Basicamente, regiões próximas do Círculo Polar Ártico, como Alasca, Groenlândia e Noruega, desfrutam desse privilégio. Com preços menos salgados que  os vizinhos da Escandinávia e uma diversidade  de cenários surpreendente, a Islândia brilha como  o destino favorito. Isolada no Atlântico Norte a meio caminho de voo entre Londres e Nova York, o país arrebata quem se depara com seus glaciares infinitos, gêiseres que jorram a 35 metros de altura, praias desertas de areia preta e vulcões. Para ter a chance de ver a aurora boreal, é preciso voar para Reykjavík entre setembro e abril. Ainda que as poucas horas de sol desanimem, a intensa vida cultural e musical dessa fervilhante capital compensa. O lar da cantora Björk sedia ótimos festivais de música, e o programa preferido dos forasteiros entre um show e outro é afastar-se um pouco do pequeno centro urbano e olhar para o céu. Luzes verdes, roxas e vermelhas movem-se rapidamente de um ponto a outro do firmamento, levando os felizardos que flagram o fenômeno a celebrarem tanta beleza como se fosse Ano Novo. Prepare-se para brindar, abraçar desconhecidos e, claro, contemplar como nunca  um dos momentos mais efêmeros e espetaculares que a natureza pode proporcionar.


 • ONDE FICAR: Reykjavík é cheia de hospedagensbutique como o moderninho 101 Hotel (101hotel.is), bem localizado na rua principal. Para acordar no meio da madrugada e ver a aurora, passe algumas noites no isolamento do Hotel Rangá (hotelranga.is).

• COMO CHEGAR: Há voos diretos de Nova York, Londres, Paris e Amsterdã – onde a escala convida  a um banho de urbanidade antes ou depois de tanta natureza. A Luxury Adventures (lux.is) organiza passeios ao entorno de Reykjavík.

• TOME NOTA: Ninguém pode garantir que você vá ver uma aurora boreal ao viajar no inverno. Mas não desanime se você só tiver férias no verão do Hemisfério Norte. Passar dias vendo o sol da meianoite é outra experiência inesquecível na Islândia.
 

/

posts relacionados

posts recomendados