Cultura

5 coisas que você precisa saber sobre O Mecanismo, nova série da Netflix

A nova série original brasileira produzida pela Netflix já tem data de lançamento e te contamos tudo aqui:
Reading time 3 minutes

Com estreia marcada para o dia 23 de março, O Mecanismo, uma criação do diretor José Padilha e da roteirista Elena Soarez e segunda série original brasileira produzida pela Netflix, vai tratar de corrupção.

 

Livremente inspirada na Operação Lava Jato -- e tanto os criadores como o elenco e os diretores reforçam a todo o momento que se trata de uma obra de ficção --, ela começa contando a história de uma investigação a respeito de um doleiro, em 2003, e passa por casos envolvendo uma estatal batizada de PetroBrasil, uma construtura chamada de Miller & Brecht e partidos políticos.

"Quis mostrar o quanto o sistema político brasileiro induz qualquer um que participe dele à corrupção, independentemente de ideologias ou siglas políticas", afirmou diversas vezes Padilha à imprensa durante os eventos de lançamento. "Não se trata de Fla-Flu. Acho essa polarização uma besteira. A série vem para mostrar que o problema é o sistema e que ele só funciona por meio de um determinado mecanismo. Por isso o nome", diz. 

 

O elenco reúne nomes celebrados do cinema nacional, como Selton Mello, Enrique Diaz, Carol Abras, Leonardo Medeiros e Jonathan Haagensen.

A seguir, cinco curiosidades sobre a série: 

1. É a primeira vez que José Padilha e Selton Mello trabalham juntos, o que era um desejo antigo de ambos. Já rolavam conversas nesse sentido desde o filme Tropa de Elite 1, de 2007.

2. Diversos diretores assinam os episódios. José Padilha é o responsável pelo primeiro, enquanto Daniel Rezende, Marcos Prado e Felipe Prado dirigem os demais. 

3. É o trabalho de maior projeção para boa parte do elenco, já que a série será exibida em 190 países. A estreia será simultânea.

4. Elena Soarez, roteirista ainda de trabalhos como a série Filhos do Carnaval (2006) e os filmes Eu, Tu, Eles (2000) e Casa de Areia (2005), levou um ano para pesquisar o assunto e escrever os oito episódios da primeira temporada. Uma segunda não foi confirmada, mas já é dada como certa.
 

5. A série foi uma sugestão de José Padilha à Netflix, que brinca ter ganhado poderes sobrenaturais com o serviço de streaming após o sucesso de Narcos (2015), também dirigida por ele, série que falou de tráfico de drogas e fez o número de assinantes da empresa explodir no mundo (fato confirmado pelo VP Internacional de Conteúdo Original, Erik Barmack).

Tags

netflix

posts relacionados

posts recomendados