Hommes

CAUÃ

por Sergio Amaral
09.02.2017
Ator, produtor, mangueirense, Cauã Reymond acaba de estrelar a minisérie “Dois Irmãos”, seu trabalho mais desafiador, e se prepara para viver Dom Pedro nos cinemas

VOCÊ FOI CAPA DO NOSSO NÚMERO UM HÁ TRÊS ANOS. NEM INSTAGRAM VOCÊ TINHA NA ÉPOCA... Pois é, tem um ano  e meio que comecei a mexer no Instagram e tô gostando! É um desafio porque você nunca sabe quanto da sua intimidade você pode dar. Tem coisa que você acha incrível e o público não gosta tanto. Estou feliz, está crescendo, dá pra fazer coisas legais,  sem eu postar selfie todo dia acordando. (rs)

O QUE DE MAIS BACANA ROLOU NESSES TRÊS ANOS? Eles consolidaram muita coisa legal. Quando a gente fez tinha “Amores Roubados”, depois fiz “O Caçador”, “Alemão”, “Dois Irmãos”, que vão lançar agora, “A Regra do Jogo”. Teve “Justiça”, o clipe da Barbara [Ohana], com direção do Dani Rezende e da Allexia Galvão, que foi um marco pra mim como ator de apoiar a tolerância, as diferenças políticas, sexuais, religiosas, aprender a andar de salto... (rs)

E AGORA? Vou filmar com o Claudio Assis. O filme a princípio tem o nome de “Piedade”. Sou eu, Matheus Natchergaele, Irandir Santos e Fernanda Montenegro. Tô superempolgado e estou estudando dois outros projetos pra depois do filme do Claudão. Não posso falar ainda, mas vai ser um projetaço, a gente filma em Olinda.

DE NOVO EM RECIFE... É onde tem o cinema mais interessante sendo feito, em Pernambuco.

EM JANEIRO, VOCÊ ESTRELOU “DOIS IRMÃOS”. COMO FOI FAZER ESSE PROJETO, INTERPRETANDO GÊMEOS? Sou muito fã do livro do Hatoum. Foi o maior desafio que já enfrentei. Foi superexcitante!

TEATRO VOCÊ NÃO FAZ MAIS? TEM VONTADE? Vou te falar,  é que produzir cinema no Brasil dá um trabalho tão grande... Fui produtor do “Tim Maia”, do “Se Nada Mais Der Certo”, agora tem  o “Dom Pedro” [outro projeto de 2017]. Mas tem vários diretores que eu superadmiro, Felipe Hirsch, o Kike Dias, são pessoas que estou sempre namorando e me vejo facilmente trabalhando com eles. Tenho que me apaixonar pelas pessoas com as quais vou trabalhar.

PENSA EM DIRIGIR? Sinto que meu olhar está amadurecendo. Acho que em algum momento pode aparecer uma história que  me apaixone e queira dirigir, mas não me vejo fazendo isso agora.

CONTA MAIS DESSE PROJETO DO DOM PEDRO? Eu estou atuando e produzindo. Convidamos a Laís Bodanzky para dirigir porque achávamos importante ter um outro olhar, sensível, feminino e menos caricatural sobre ele. Queremos mostrar  um Dom Pedro que é muito mais conhecido pelos portugueses.  É bem interessante a forma como estamos desenvolvendo.  Vejo o Dom Pedro como uma microssérie, é um projeto de contar  a história do Brasil de um jeito diferente.

Cauã-Reymond.jpg

DESTINO FAVORITO DE VERÃO Já foi Fernando de Noronha, agora está extremamente lotado, virou Ibiza. Então, Havaí.

ESCOLA DE SAMBA DO CORAÇÃO Mangueira. Esse foi  um ponto alto do meu ano: desfilei. Pô, fiquei feliz pra caramba!

PRAIA, CACHOEIRA, BARCO OU PISCINA? Praia. Se bem que adoro cachoeira...

SUA IDEIA DE FELICIDADE É... Dormir bem.

DORME MAL? Não. Mas tudo fica mais fácil quando você dorme bem.

SE FOSSE UM BICHO SERIA Um pássaro.

QUEM GOSTARIA DE SER, SE NÃO FOSSE VOCÊ MESMO? Me veio Barack Obama na cabeça, mas deve ter sido difícil  pra caramba ter sido presidente dos Estados Unidos. Acho ele uma figura incrível.

E ONDE GOSTARIA DE VIVER? Portugal.

SUA COR FAVORITA Azul.

AUTORES PREFERIDOS Ernest Hemingway, Pablo Neruda  e Philip Roth.

SEUS HERÓIS DE FICÇÃO Batman e Demolidor.

ARTISTAS QUE MAIS CURTE Bob Dylan, do Julian Schnabel,  que é diretor e artista plástico. Gosto de tanta gente, é difícil! Caetano Veloso e Marisa Monte também.

TEM PACIÊNCIA ZERO PARA... Mau caratismo e manipulação.

UMA TRILHA DE FÉRIAS Van Morrison, “The Healing Game”. Adoro esse álbum!

UM TALENTO SECRETO Sou bom de fazer smoothies.

O QUE MAIS APRECIA NOS AMIGOS Sinceridade e simplicidade.

SUA ATIVIDADE FAVORITA Ficar em casa com a minha filha, com as pessoas que gosto.

UMA VIAGEM INESQUECÍVEL Maldivas.

UM LUGAR QUE AINDA QUER CONHECER Indonésia.

SEU MELHOR DEFEITO Estar sempre perseguindo uma sensação de produtividade. Que também é minha pior qualidade.

UM LIVRO QUE MARCOU SUA VIDA E POR QUÊ? “Dois Irmãos”. Porque é muito impacante, muito bem escrito, é uma saga  de uma tragédia tropical contada de uma forma belíssima e poética.

UMA COMIDA PRA VIDA INTEIRA Peixe, frutos do mar.

O QUE NÃO COME DE JEITO NENHUM Como tudo... Só  fast-food que não, mas se tiver num lugar que só tem isso, prefiro comer do que passar fome.

UM EVENTO HISTÓRICO QUE GOSTARIA DE TER PRESENCIADO A abolição da escravatura.

UMA FRASE OU CITAÇÃO DE ALGUÉM Não sei de quem  é, mas me marcou muito. “Se você continuar plantando  o que você planta, vai continuar colhendo o que você colhe.”

ONDE COMPRA SUAS ROUPAS? Não compro. Muito raro.  Eu ganho. Da Armani!

PEÇA PREFERIDA DO SEU GUARDA-ROUPA Cara, eu adoro  um terno meu azul-claro da Armani. Pena que não dá pra usar muito porque ele chama a atenção. Usei no lançamento  de “Amores Roubados”.

VOCÊ AMA ESPORTE, TÁ PRATICANDO QUAIS? Faço de tudo. Malho, faço um pouco de ioga, de boxe, corro na areia, gosto  de nadar... Acredito no circuito, na coisa de você mudar o esporte, que faz com que você tenha menos lesão, não sobrecarrega  as articulações. Gosto muito da sensação da endorfina.

PARA QUE TIME VOCÊ TORCE? Flamengo.

UM SUPERPODER Voar!

UM LUXO INDISPENSÁVEL Comer bem.

EM 2017 EU... Quero ser capa da L’Officiel! (Rs)  E gostaria de ver Brasil voltar a crescer. 

 

Foto Cristiano Madureira

compartilhar

posts relacionados

posts recomendados