Pop culture

Em meio a polêmicas com a família real, Meghan Markle assina um acordo com a Disney

Isso poderia ser uma indicação de como eles planejam se tornar financeiramente independentes?
Reading time 4 minutes
Foto: Getty Images

Após o anúncio de que o duque e a duquesa de Sussex estão se afastando de seus papéis como membros da realeza e que pretendem se tornar "independentes financeiramente" da coroa, voltou-se a atenção para o que o casal poderá fazer em termos de carreira ou financiamento .

 Em um movimento que pode sugerir o caminho futuro de Meghan Markle, a duquesa assinou um acordo com a Disney, que envolverá seu trabalho de dublagem para beneficiar uma instituição de caridade pela vida selvagem. A quantia será destinada à Elephants Without Borders, uma organização que ajuda a rastrear e proteger os animais da caça furtiva.

 

 

Fontes afirmam que o acordo foi referenciado durante conversas tensas com a família real que ocorreram antes do Natal, durante as quais o casal foi acusado de já assinar acordos "com empresas como a Disney". No entanto, não há indicação de que Meghan ou Harry tenham assinado um acordo comercial do qual eles próprios irão lucrar pessoalmente; eles não se beneficiam financeiramente de nenhum de seus trabalhos de caridade ou motivados por causas. 

O acordo da Disney poderia ter surgido após o endosso do remake ao vivo de O Rei Leão, lançado no ano passado. O casal participou da estréia em Londres que foi realizada "em apoio ao trabalho de conservação e comunidades" que o príncipe Harry realiza por meio da Royal Foundation.

No momento, os Sussex não lucram com nenhum de seus trabalhos, pois são proibidos de fazê-lo sob a estrutura atual. Em seu novo site, Sussexroyal.com, o casal diz que "valoriza a capacidade de obter uma renda profissional", o que eles terão a oportunidade de fazer quando se tornarem financeiramente independentes.

 

 

"Existe precedente para essa estrutura e se aplica a outros membros atuais da família real que apoiam a monarca e também têm empregos em período integral externos ao seu compromisso com a monarquia", observa o site. Outros membros como a princesa Beatrice e a princesa Eugenie, têm empregos mais tradicionais que pagam uma renda externa, e é isso que os Sussex planejam fazer.

Como parte de sua nova transição, Meghan e Harry não aceitarão mais dinheiro do Sovereign Grant, que é financiado pelos contribuintes. Isso representou apenas cinco por cento de suas despesas e nunca foi usado para despesas privadas. A maior parte de sua renda provém do Ducado da Cornualha, propriedade privada do príncipe Charles, e atualmente não há indicação de que esses fundos sejam cortados.

O casal já usa seu status de celebridade como realeza para beneficiar as muitas organizações de caridade com as quais trabalha e com quem são patronos, e continuarão a fazê-lo. Isso poderia envolver mais parcerias com gigantes globais como a Disney no futuro.

 

Tags

posts relacionados

posts recomendados